Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


17/09/2012 às 16:48 - Equipes fazem ajustes para ampliação do Programa Segundo Tempo/Forças no Esporte  

Equipes técnicas dos ministérios do Esporte e da Defesa reuniram-se na última semana no Clube Naval de Brasília para avaliar administrativamente o desempenho do Segundo Tempo/Forças no Esporte. A oficina de trabalho, realizada na quinta-feira passada (13.09), identificou ações administrativas do convênio nacional para melhorias nas diretrizes focando uma posterior renovação e ampliação do programa em 2013.

O secretário nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis), Afonso Barbosa participou do encontro, junto com o chefe de gabinete, Fernando Motta, e a diretora do Departamento de Desenvolvimento e Acompanhamento de Políticas e Programas Intersetoriais, Gianna Lepre Perim. Afonso Barbosa reconheceu a importância da parceria. “Atualmente, 12 mil estudantes carentes em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal, distribuídos em 84 núcleos de atendimentos instalados em unidades das Forças Armadas”, acentuou.

Durante a reunião, debateram-se acertos referentes ao planejamento das ações pedagógicas do Segundo Tempo. “Entre os encaminhamentos está a capacitação de um maior número de representantes da organização militar. Nesse caso, o profissional interlocutor faria a ponte entre o organismo e o projeto”, antecipou Eidilamar Ribeiro, coordenadora-geral de Esporte Educacional.

Também foi identificada a  necessidade de conscientização do comando. A tática é incentivar o organismo militar a ingressar no Programa Segundo Tempo, uma vez que a adesão feita pelas unidades militares é voluntária. “Identificamos que para  haver a sinalização positiva de cada comandante é necessário que exista uma estratégia específica de convencimento”, afirmou Eidilamar.

Outra questão tratada no encontro foi a implantação de novas unidades de fronteiras a partir de março do próximo ano. “Fizemos uma apresentação das novas unidades em localidades de difícil acesso e que fazem divisa com outros países da América do Sul”, disse o comandante José Barros, coordenador-geral da parceria dos ministérios do Esporte e da Defesa.

O Segundo Tempo/Forças no Esporte tem características especiais em relação ao programa regular, como a oferta de aulas de cidadania, música e navegação para crianças e adolescentes carentes que moram em áreas próximas a unidades e quartéis do Exercito, Marinha e Aeronáutica. Nos núcleos são distribuídas quatro refeições por dia: café e almoço, para crianças e jovens que frequentam o programa pela manhã, e almoço e lanche, para quem for no período da tarde.  A ação conta com parceria do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), que disponibilizou cerca de 4,6 milhões, o que assegura o item alimentação até abril de 2013.

Para Andrea Nascimento Everton, coordenadora-geral de Acompanhamento Operacional, a atividade foi muito positiva. “Nossa perspectiva é nivelar as dificuldades e apresentar deliberações de superações das dificuldades de execução”, avaliou.

Carla Belizária
Foto: Ministério da Defesa
Ascom – Ministério do Esporte

Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: