Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


14/03/2012 às 08:10 - Alunos do Segundo Tempo adotam ciclismo para protagonizar intercambio cultural de gerações  

Em Ilópolis, cidade gaúcha onde 90% dos 4,2 mil habitantes têm descendência italiana e 80% da economia são voltados para a cultura da erva mate, os estudantes do Programa Segundo Tempo (PST) atuam como recepcionistas. Recentemente, um Gemellaggio – evento em que 50 turistas italianos visitam 10 cidades e comunidades rurais brasileiras de descendentes da Itália a cada dois anos – levou os alunos a conduzir um giro ciclístico, oportunidade em que eles apresentaram a cidade e a preservação histórica da região.


O roteiro turístico do Gemellaggio durou cinco dias e ultrapassou 800 quilômetros de pedaladas. Os visitantes partiram de avião da cidade de Schiavon, na Itália, passando por São Paulo e Rio de Janeiro, até chegar a Porto Alegre. Na capital gaúcha, alugaram um veículo para transportar suas bicicletas até Monte Belo do Sul, onde iniciaram o roteiro sobre duas rodas.

Montados em suas magrelas e usando equipamentos de segurança como capacetes, joelheiras e cotoveleiras, chegaram a Ilópolis. A recepção foi no trevo principal, na entrada da cidade. No local, receberam as boas vindas dadas pelos estudantes do programa de inclusão do Ministério do Esporte, acompanhados pelos profissionais do PST (professores e monitores).

 Entre os integrantes do passeio estava Giovanni Batista Basso, um jovem senhor de 79 anos de idade. “Estou maravilhado com a preservação da cultura italiana que temos presenciado ao longo do  passeio”, disse o ciclista italiano.

Pontos turísticos da cidade mais ecológica do Brasil foram apresentados pelos anfitriãos. Eles conheceram o Lago Verde de Ilóplis, onde funcionava a antiga usina hidrelétrica que foi desativada em 1981. Visitaram a Escola Municipal Agrícola e Florestal de Ensino Fundamental (Emafa). A unidade escolar é a primeira agrícola, florestal e ambiental do Brasil.  

Na volta, a equipe conferiu de perto a beleza do Complexo Arquitetônico Museu do Pão, cuja obra de restauração envolve o Moinho Colognese e a Oficina de Panificação, escolhida entre 20 obras no Brasil para compor o Atlas Mundial de Arquitetura Contemporânea que será lançado em maio em Londres. O projeto foi executado pelos arquitetos Marcelo Ferraz e Francisco Fanucci da Brasil Arquitetura de São Paulo, com o patrocínio da Nestlé do Brasil.  

“Na oportunidade eles foram recepcionados com um coquetel bastante original. Puderam apreciar o chimarrão, chás e sucos diversos, além de pães e bolos variados”, relata Luzia Tomasini Carlesso, secretária municipal de Turismo, Desporto e Lazer.

Para a estudante da 7ª série, Ana Paula Baldissarelli, de 12 anos, o Gmellagio foi uma oportunidade única. A menina, que adora as aulas de vôlei e futsal do Segundo Tempo, disse que pedalar com o grupo foi uma atividade incomum. “A atividade aconteceu em Ilópolis outras vezes, mas essa é a primeira em que convidam as crianças para recepcioná-los”, ressaltou.

Eduarda Vescovi, aluna da 6ª série, 11 anos, também recebeu os visitantes. Ela disse que a comunicação entre eles foi tranquila e de fácil entendimento. “Aqui todos nós falamos e entendemos a língua italiana. Mas o que mais me surpreendeu foi a disposição do velinho de quase 80 anos, de pedalar muito rápido e deixar a garotada pra trás, na poeira”, admitiu.


Carla Belizária
Foto: Divulgação
Ascom -  Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: