Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


17/02/2012 às 13:29 - “Odontomóvel” garante dentes saudáveis para jovens do Segundo Tempo em Poá (SP)  

É um carro, um caminhão, um ônibus? Não! É o “odontomóvel”, uma van toda equipada com aparelhos de um consultório odontológico fixo, além de raio x, ar-condicionado e gerador próprio. Com três profissionais no atendimento – um dentista, uma técnica em higiene dental e uma auxiliar –, a unidade de saúde móvel leva tratamento dentário gratuito à população da cidade de Estância Hidromineral de Poá (SP). Entre os beneficiados, mil alunos contemplados na parceria do Programa Segundo Tempo com a prefeitura municipal estão com o sorriso muito mais bonito e saudável.

A unidade realiza consultas odontológicas de prevenção e procedimentos simples, como o ensino da escovação correta, aplicação de flúor e obturações. Caso seja constatada a necessidade de intervenções mais complexas, como cirurgias, tratamento de canal e extrações, os pacientes são encaminhados ao Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) do município.

Escolas e eventos populares geralmente são os mais escolhidos. De segunda a sexta-feira, a unidade fica alocada nos colégios. Durante os fins de semana e feriados, é a vez de atividades que reúnam grande concentração popular.

Foi o que aconteceu durante o 2º Internúcleos do Programa Segundo Tempo. Cerca de 500 crianças e adolescentes entre 7 e 17 anos se reuniram no Complexo Central de Esportes para participar de atividades de físicas, brincadeiras e festivais de futsal, vôlei e basquete.

O cenário de muita descontração contribuiu para trabalhar com a garotada que não quer enfrentar a cadeira do médico. Segundo Marcos Noyama, dentista da odontomóvel, o que mais surpreendeu foi a espontaneidade das crianças durante o atendimento. “Geralmente, em um consultório convencional, elas têm certa rejeição. A parte legal dessa história é que o ambiente é diferente. A alegria e a descontração fizeram com que eles esquecessem o medo”.

Sorriso
O adolescente Kennedy, de 13 anos, que estava com um dente cariado, aberto e sentindo dores, não pensou duas vezes: largou a brincadeira e enfrentou a fila do atendimento, não sem antes ter a certeza de que “era de graça”.  Estava muito nervoso, mas a simpatia do dentista e das ajudantes superou o problema. “O médico fez a limpeza, tratou e obturou o dente. Ficou perfeito, e o sorriso de meu aluno, mais lindo ainda”, revelou Rosiane de Almeida, coordenadora de núcleo.

A professora disse também que muitos dos jovens sequer conheciam um fio dental. O item veio junto com uma escova e creme dental, de brinde aos estudantes, que gostaram muito do presente.

“Nossas crianças foram submetidas à verificação da saúde bucal e a ações preventivas, como escovação e aplicação de flúor. Casos mais sérios, como extrações, cirurgias e serviços de canal, foram encaminhados para tratamento nas Unidades Básica de Saúde, nos bairros onde moram”, explicou Adilson Andrade, coordenador-geral da parceria, atualmente em fase de prestação de contas e renovação.

Carla Belizária
Foto: Divulgação
Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: