Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


12/07/2011 às 12:15 - Presidente da APO, Marcio Fortes, destaca o Programa Segundo Tempo  

A importância do programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte, e o Mais Educação, resultado de parceria com o Ministério da Educação, foi lembrado por Marcio Fortes durante sabatina no Senado, em que seu nome foi aprovado como autoridade Pública Olímpica. Ele lembrou que o Segundo Tempo deve beneficiar três milhões de jovens no Brasil, sendo um milhão só no Rio de Janeiro, que sediará as Olimpíadas e as Paraolimpíadas.

“Como brasileiro, gostaria de parafrasear o Barão de Coubertin: o importante não será só competir. Competir vencendo é muito melhor. Estou confiante em que os atletas brasileiros terão muito êxito em sua participação”, afirmou Marcio Fortes. O ex-ministro disse acreditar que os  programas federais, juntamente com outros importantes programas do governo do estado e da prefeitura do Rio, muito contribuirão para a difusão dos valores olímpicos.

Responsabilidades
Sobre a criação da APO, ele lembrou que a entidade visa garantir a entrega dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, ressaltando que isso não exime qualquer outra instituição de suas responsabilidades nas respectivas atividades. “As primeiras missões, após a instalação da entidade, serão definir e homologar a carteira de projetos olímpicos e a matriz de responsabilidades”, observou.

A realização das Olimpíadas em Barcelona, Atlanta, Sidney, Atenas, Pequim e agora Londres são exemplos de ações bem organizadas, exuberantes, mas também de “reveses oriundos de inadequado planejamento e controle”. Quanto ao Rio de Janeiro e ao Brasil, Fortes disse que devem imprimir sua marca como êxito de organização e de afirmação dos valores olímpicos e paraolímpicos: respeito, excelência, amizade, coragem, determinação, inspiração e igualdade.

Ascom – Ministério do Esporte


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: