Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


26/06/2009 às 09:15 - Pesquisa e Extensão norteiam projeto apresentado pela Universidade de Viçosa para o Segundo Tempo  

Os estudantes da Faculdade de Educação Física da Universidade Federal de Viçosa (UFV) terão mais um instrumento para qualificar a pesquisa e as atividades de estágio na Instituição. Por meio de um projeto encaminhado ao Ministério do Esporte, na última quarta-feira (24), a UFV pretende abrir suas portas para os estudantes do ensino fundamental levando o Programa Segundo Tempo ao município de Viçosa e à região abrangida por aquela superintendência de Educação.

A proposta é que o programa de inclusão social do Ministério do Esporte contemple 95 mil crianças e adolescentes que serão apresentados às mais diversas modalidades esportivas e terão acesso à prática orientada do esporte. O benefício também garantirá o reforço escolar e alimentar.

O projeto foi apresentado ao secretário executivo Wadson Ribeiro, que parabenizou a equipe pela iniciativa e pela qualidade do projeto que define bem a metodologia e os objetivos a serem atingidos. “Acredito no potencial das universidades e acho importante firmar esse tipo de parceria para transformar o esporte em instrumento de inclusão social e qualidade de vida” afirmou.

“A grande maioria das crianças da rede pública não tem a oportunidade de conhecer e vivenciar o esporte em sua totalidade”, afirma o professor doutor do departamento de Educação Física, João Carlos Bouzas Marin. O catedrático será o responsável pela coordenação do programa na UFV.

João Bouzas acredita que o projeto trará múltiplos benefícios para os envolvidos. “Os estudantes da UFV terão oportunidade de amadurecer profissionalmente praticando o que aprendem na teoria (através da disciplina de estágio supervisionado). Além disso, as crianças atendidas poderão fazer uma atividade física orientada e ter contato com experiências que elas levarão para o resto da vida”

Ele acredita que com a prática desportiva as crianças poderão aprender valores educacionais como a necessidade de trabalhar em equipe, o ganhar, o perder e o respeito a si próprio aos adversários. “Será uma aula prática de cidadania, já que o esporte também faz parte dos direitos do cidadão”

Para Pedro Henrique Meloni, estudante do mestrado de Educação Física e membro do núcleo de pesquisa sobre levantamento de peso, a execução do programa Segundo Tempo dentro da universidade abre um leque de possibilidades de pesquisas em várias áreas como saúde, educação e ciências sociais aplicadas. “ Será uma boa oportunidade para termos contato com o objeto das pesquisas principalmente no que se refere aos aspectos específicos de cada modalidade” conclui.

Ao final da audiência, o grupo de acadêmicos foi apresentado ao ministro do Esporte, Orlando Silva.

Ana Cristina Santos
Foto: Aldo Dias
Ascom – Ministério do Esporte


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: