Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


21/07/2008 às 18:00 - Beijinhos para Beijing: alunos do Segundo Tempo declaram seu amor pelo esporte e pelo Brasil  

Em 16 cidades do interior de São Paulo 18 mil estudantes distribuídos em 90 núcleos de atendimento do programa Segundo Tempo mergulham no clima das Olimpíadas de Pequim – 2008. É no Cantinho da Criança, espaço criado pela Bola Pra Frente, uma Ong/Oscip parceira do Ministério do Esporte, que crianças e adolescentes estão exercendo a criatividade e cidadania. Ao colorir os símbolos das olimpíadas em desenhos a base de giz de cera e tinta guache elas aprendem sobre a história do maior evento esportivo do mundo e reforçam, desde já, a torcida brasileira.

O primeiro passo desse ensinamento refere-se a data dos jogos olímpicos – de oito a 24 de agosto - aos aros olímpicos e ao nome da cidade sede dos Jogos, Pequim. “Beijing significa Pequim em chinês. Lembre-se da palavra beijinho, que fica mais fácil decorar”, ensina Viviane Aparecida Machado, coordenadora de eventos especiais, no núcleo São Judas Tadeu, na cidade de Santo Antônio de Posse. A cidade possui 21 mil habitantes, conta apenas com uma fábrica de produção de caçambas para caminhões e enfrenta problemas de violência urbana.

Longe do perigo das ruas os jovens recebem cidadania. Enquanto desenham os aros olímpicos elas interagem o significado. “Eles representam os cinco continentes: Europa (azul). Ásia (amarelo), África (preto), Oceania (vermelho)”, reforça Karina Valéria Rodrigues, coordenadora-geral da Bola pra Frente.

Antes das atividades do Cantinho da Criança do Segundo Tempo, dúvidas como a de que Copa do Mundo e Olimpíadas seriam campeonatos idênticos, foram identificadas junto aos estudantes na faixa etária de sete a 10 anos. “Ambas as competições têm periodicidade de quatro em quatro anos, mas a grande diferença é que a Copa é um mundial exclusivo do futebol enquanto que, nas olimpíadas, o futebol está incluído ao lado de inúmeras modalidades”, esclarece a educadora Viviane, ao reforçar que o Brasil, até o momento participa das olimpíadas em 32 modalidades com 277 atletas.

A primeira fase dos trabalhos inclui o aprendizado da história das Olimpíadas, as modalidades, periodicidade, mascote, entre outros. Mas é na dinâmica da interatividade – com a participação de moradores da comunidade e familiares dos estudantes - que ocorre a segunda etapa dos trabalhos. Após os desenhos concluídos o próximo passo é a montagem de uma exposição.

A metodologia abrange tarefas de casa. Os estudantes fazem uma pesquisa em revistas e nos jornais trazendo para dentro do Segundo Tempo as informações sobre a modalidade olímpica que mais gostam. A idéia é trazer fotos e matérias sobre o assunto para ilustrar o mural gigante.

“O nosso cronograma prevê a realização de atividades diferenciadas nas datas especiais do ano, tais como Dia da Criança, Natal e tantas outras. É sempre uma opção de recreação às crianças”, informa Rosa Malvina da Silva, diretora-presidente da ONG Bola pra Frente.

Benefícios
Além do reforço escolar e alimentar na parceria com a Bola Pra Frente os estudantes recebem, gratuitamente a pratica esportiva do basquete, futebol, handebol, vôlei e xadrez. A capoeira, atividades recreativas, gincanas, passatempo e Cantinho da Criança são atividades extracurriculares oferecidas. Os jovens inscritos no programa recebem materiais esportivos (bolas, redes, jogos de xadrez e de damas) e uniformes (camisetas, calções e bonés) confeccionados no Pintando a Liberdade e Pintando a Cidadania, ambos programas do Ministério do Esporte.

Unidades de atendimento
A entidade desenvolve o programa Segundo Tempo, oferecido pelo Ministério do Esporte, ao qual estão agregados aos projetos Escolinha de Basquete Karina e Faces do Brasil. Atualmente o Segundo Tempo - Bola pra Frente beneficiam os municípios de Artur Nogueira, Jaguariúna, Pedreira, Conchal, Holambra, Morungaba, Marília, Sumaré, Iracemápolis, Taboão da Serra, Santo Antônio de Posse, Itaquaquecetuba, Batatais, Ibaté, Tuiuti e Itapira.


Carla Belizária
Ascom - Ministério do Esporte


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: