Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


18/06/2008 às 15:15 - Crianças do Segundo Tempo da Bahia participam do Eurofestival de Futebol de Rua na Suíça  

O vôo que leva a delegação brasileira composta por 24 adolescentes do programa Segundo Tempo e sua equipe técnica desembarca, às 23h, (horário local), desta quarta-feira (18), no aeroporto de Basiléia, Suíça. Nesta cidade os estudantes moradores de 13 municípios da Bahia disputam, de 21 a 23 deste mês, o Eurofestival de Futebol de Rua, ao lado de jovens de mais de 20 países.

O evento, conhecido mundialmente como The Internacional Streetfootball Bundtkcktgut, é organizado pela Liga Internacional da modalidade. O vôo, que fez escala pela manhã em Paris, leva crianças e adolescentes carentes, do programa de inclusão social do Ministério do Esporte.

Em Feira de Santana (BA), uma missa na Igreja dos Capuchinhos, com direito a banda de música marcou ontem (17), a despedida dos garotos que, em seguida embarcaram no Aeroporto de Salvador. A igreja católica ficou lotada de moradores e pais de alunos a exemplo da gari Terezinha Santos, que reside em Santa Cruz. Ela, que é mãe do estudante Genilson, o “Neném”, 14, estava muito emocionada. “Ela só anda com olhos inchados de tanto chorar desde o dia que soube que ia viajar de avião para o exterior”, revela o primogênito de oito irmãos, da família abandonada pelo pai.

O Eurofestival acontece em duas categorias. O Brasil será representado por oito times, nas categorias Sub-14 (12, 13 e 14 anos) e Sub-16 (15 e 16 anos). A delegação brasileira conta também com a participação de médicos, coordenadores geral, coordenadores de núcleo, professores e técnicos de futebol e do juiz da Vara da Infância e da Juventude, Walter Ribeiro Costa Júnior.

Peneira
Para selecionar os melhores jogadores de futebol o Programa Segundo Tempo realizou o Fest Bahia, um festival de futebol internúcleos. Cerca de 200 alunos entraram na peneira e por fim, foram avaliados por uma equipe técnica de profissionais. Os 24 estudantes finalistas são representantes de 13 núcleos do Segundo Tempo. As unidades de atendimento estão instaladas nas cidades de São Gonçalo dos Campos, Governador Mangabeira, Chapada Diamantina, Ihéus, Cruz das Almas, Muritiba, Itaberaba, Santa Luz, Filadélfia, Sapeaçú, Conceição da Feira, Salvador e Feira de Santana.

Esporte de inclusão x cultura brasileira
Além de assegurar o reforço escolar, alimentação e prática esportiva, o Segundo Tempo tem se destacado como uma ferramenta de intercâmbio esportivo e cultural. Por meio de parcerias locais e do apoio do Ministério do Esporte os alunos carentes da Bahia já fizeram cerca de 15 viagens internacionais para países como: Alemanha, estados Unidos, Argentina e Roma. Durante as viagens, além de mostrar que têm a ginga no pé e com a bola, as crianças e jovens não perdem a oportunidade de mostrar a cultura afro-brasileira da capoeira.

Carla Belizária
Ascom – Ministério do Esporte


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: