Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


06/06/2008 às 17:15 - Alunos do Segundo Tempo vão assistir Desafio Sul-americano de Judô em Brasília  

Quinhentos estudantes do Programa Segundo Tempo compartilham neste domingo (8), uma oportunidade que até então era exclusiva de jovens das classes média e alta. Alunos carentes moradoras da Vila Planalto, Assentamento do Varjão, no Distrito Federal e das cidades goianas de Luziânia e Valparaízo reúnem-se, às 9h, no ginásio do Colégio Marista de Brasília, "Maristâo" para assistir, gratuitamente, ao Desafio Sul-americano de Judô. Eles irão torcer pela seleção olímpica do Brasil, representada pelos judocas da seleção sub-23, que enfrenta lutadores da Espanha.

A chance inédita, oferecida às crianças do programa de inclusão social do Ministério do Esporte, conta com parceria exclusiva da Confederação Brasileira de Judô (CBJ) que cedeu os 500 ingressos à Secretaria Nacional de Esporte Educacional (SNEED). O núcleo do Grupamento dos Fuzileiros Navais de Brasília (Ministério da Defesa) e o núcleo Celefa (Instituto Pró Ação) receberam 250 convites cada.

De acordo com Júlio Filgueira, secretário da SNEED, ações como esta, que permitem o acesso livre de crianças carentes em competições de alto rendimento, fazem com que cada menino ou menina fiquem próximos de seus ídolos, é de grande importância para o fortalecimento do programa. “São crianças que vivem em situação de extrema pobreza. Mesmo morando no entorno do DF elas sequer conhecem a capital federal”, revela Filgueira.

É o caso dos estudantes do núcleo Celesa. A maioria reside na invasão da Vila Guaíra, que fica num morro, no final do bairro Céu Azul. Trata-se de um lugar com ruas sem qualquer infra-estrutura urbana. Não há asfaltamento nem esgoto sanitário. “A água consumida pela população vem de poços artesianos e energia elétrica é oriunda de gambiarras”, explica Zilmar Moreira, presidente do Instituto Pró Ação.

Sul-Americano Sênior
Um dia antes do desafio, neste sábado (7), também no Ginásio do Maristão, às 10h, o Brasil disputa o Campeonato Sul-Americano Sênior de Judô. Competem, além dos judocas brasileiros, atletas do Bolívia, Paraguai, Equador, Argentina, Peru, Uruguai, Chile, Colômbia e Venezuela,

Judocas brasileiros
Catierê Moya (-4kg/SP), Cristiane Pereira (-48kg/RJ), Giulia Penalber (-52kg/RJ), Rafael Lopes (-57kg/RJ), Camila Minakawa (-63kg/SP), Maria Esteves (-70kg/BA), Gláucia Lima (-78kg/PB), Rochele Nunes (+78kg/RS), Phelipe Pelim (-55kg/SP), Charles Chibana (-60kg/SP), Alex Willian Silva (-66kg/SP), Marcelo Contini (-73kg/SP), Guilherme Luna (-81kg/RJ), Vinicius Chicale (-90kg/SP), Leandro Gonçalves (-100kg/SP) e Rafael Silva (+100kg/SP) são os atletas presentes no sul-americano.

Carla Belizária
Ascom – Ministério do Esporte




  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: