Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


17/03/2008 às 16:40 - Capacitação de monitores do Segundo Tempo inicia fase muito positiva nos núcleos  

Um período muito importante de interatividade entre os profissionais do Programa Segundo Tempo vai garantir uma melhor qualidade de vida a cerca de 1,1 milhão de estudantes contemplados no país. O Instituto Pró Ação é uma das primeiras parcerias a dar o pontapé inicial para as novas mudanças resultantes da capacitação diferenciada do Ministério do Esporte que, há menos de três meses, habilitou mais de 230 coordenadores gerais e um total de 3 mil coordenadores de núcleo nacionalmente.

A partir desta segunda-feira (17), quatro mil jovens contemplados pelo Segundo Tempo nos municípios de Luziânia e Valparaízo, cidades do entorno Distrito Federal, começam a vivenciar essas melhorias. É que todos os 52 monitores responsáveis pelo atendimento dessas crianças foram capacitados na última semana pelos 20 coordenadores de núcleo da parceria, os multiplicadores do ensinamento.

O evento aconteceu no Centro de Ensino Superior do Brasil (Cesb). A técnica pedagógica, Tais Higuchi, da secretaria Nacional de Esporte Educacional, do Ministério do Esporte, destacou que o investimento nos recursos humanos garante a busca de novos conhecimentos e promovem o aprimoramento, a organização e o compromisso com as ações do Ministério do Esporte. “Essa capacitação de monitores demonstra o total compromisso do Instituto Pró Ação com o programa Segundo Tempo”, disse.

Os resultados positivos são visíveis já no primeiro dia pós-capacitação. Foi na aula de recreação que a estudante Tatiane Gomes do Nascimento, 12, entendeu que para se conservar o meio amb9iente não se deve jogar lixo na natureza e muito menos cortar árvores. “Hoje eu aprendi a que com uma garrafa pet, de refrigerante, posso fazer um carrinho, uma raia na piscina usada durante as aulas de natação e uma arvore de natal que fica linda”, conta empolgada a garota filha de pai carpinteiro e de mãe dona de casa.

Novos atrativos
A idéia repassada às três categorias profissionais do Segundo Tempo é que além de garantir a pratica esportiva, o reforço pedagógico e alimentação essa nova metodologia é pautada na motivação e no compromisso profissional. “Por isso nosso trabalho teve como base a realidade de cada unidade de atendimento. Os coordenadores de núcleo foram multiplicadores do ensinamento que tiveram do Ministério do Esporte e, para mostrar a realidade, as conquistas e os problemas detectados em cada unidade eles utilizaram recursos como vídeos, data-show e fotografias”, revela Priscila Moreira, coordenadora-geral.

Para o monitor Hamilton Lopes, a capacitação foi produtiva principalmente porque além, dos fundamentos do Segundo Tempo, descobriu que para atrair ainda mais as crianças para dentro dos núcleos é necessário ter criatividade. “Hoje, ao invés de oferecer a aula de capoeira, sugeri por brincadeiras que envolvem a coordenação motora como: pega-capoeira (pique-pega e estátua), ciranda e corre cotia”, conta o também instrutor de capoeira, ao destacar que “o importante é deixar a criança com um gostinho de quero mais”.

Carla Belizária
Ascom – Ministério do Esporte


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: