Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


03/03/2008 às 18:00 - Ministro visita obras esportivas em Guarulhos e anuncia renovação do Programa Segundo Tempo  

O ministro do Esporte, Orlando Silva Junior, anunciou nesta tarde (03/03) a renovação da parceria do ministério com a prefeitura de Guarulhos (SP) no Programa Segundo Tempo, onde serão contempladas 7.200 crianças localizadas em área de risco social e distribuídas em 36 núcleos de comunidades carentes. A parceria vai gerar emprego e renda para 130 profissionais, entre coordenadores de núcleo e monitores que estão habilitados para atender os beneficiados porque já participaram do 1º Ciclo Nacional de Capacitação, realizado na ultima semana, em Campinas (SP). Os recursos disponibilizados pelo Ministério do Esporte para esse convênio são no valor de R$ 2,6 milhões.

O prefeito Elói Pietá também anunciou que 35 mil crianças da rede municipal de ensino serão contempladas pelo Programa Segundo tempo. A prefeitura arcará com o pagamento dos recursos humanos e alimentação e o Ministério do Esporte com materiais esportivos e capacitação. Segundo o prefeito os núcleos funcionarão dentro das escolas públicas. A partir do convênio com o ministério e o compromisso do prefeito, 42 mil crianças serão atendidas no município de Guarulhos. Em seu discurso o ministro Orlando Silva disse que a orientação é fortalecer as parcerias com os governos estaduais e municipais.

“A atitude de Guarulhos de assumir o esporte como parte da política educacional do município demonstra o potencial de transformação do Programa Segundo Tempo em política pública”. Desde 2006, o Ministério vem concentrando esforços para formalizar convênios com estados e municípios, embora o Terceiro Setor também desempenhe papel importante. Nesta perspectiva, o processo de formalização de convênios no ano de 2007 esteve voltado para as renovações de convênios das parcerias já existentes - procurando minimizar a solução de continuidade no atendimento - e para o estabelecimento de parcerias com o setor público - governos estaduais e governos municipais, prioritariamente aqueles com mais de 100.000 habitantes.

Além disso, o Ministério do Esporte busca qualificar as parcerias com o Terceiro Setor para priorizar o atendimento de entidades nacionais e instituições de ensino, com o objetivo de renovar os convênios que atenderam às diretrizes do Programa Segundo Tempo, além de reduzir as metas de parcerias que apresentaram dificuldade na execução.

Os dados do Ministério do Esporte demonstram que de 2006 para 2007 diminuiu de 68 para 32 o número de convênios firmados entre o ministério e entidades não-governamentais. As parcerias com os governos municipais e estaduais cresceram. Em 2007, foram firmados 24 convênios para atender 20 unidades da federação, sendo que em 2006 eram apenas seis. Os convênios do Programa Segundo Tempo com os municípios permaneceram em 118 de 2006 para 2007, embora o número de beneficiados aumentou de 140 mil para 344 mil. Isto foi possível porque foram priorizadas as parcerias com os municípios com mais de 100 mil habitantes, onde estão os maiores índices de crianças, adolescentes e jovens em situação de risco.

A Secretaria Nacional de Esporte Educacional, do Ministério do Esporte está concluindo o 1º Ciclo de Capacitação de Coordenadores de Núcleos neste mês, quando mais de três mil pessoas estão sendo orientadas para atuar nos núcleos do Programa Segundo Tempo. Após o ciclo, os núcleos retomam suas atividades com os beneficiados.

Ainda durante a visita, o ministro Orlando Silva Junior, visitou o plano de obras e reformas dos equipamentos do Complexo Esportivo de Guarulhos (SP), executado em parceria com o ministério. Durante a visita, o ministro conferiu o andamento das obras de reforma de um Ginásio de Esporte e a construção de um Centro Poliesportivo. O ministério transferiu para a prefeitura R$ 3,8 milhões em 2006 para a execução destas obras. “Nós temos a orientação no governo federal de ampliar as parcerias com as cidades. Esses investimentos requalificam, aumentam e constroem espaços que fazem com que mais pessoas construam um futuro diferente com um ambiente social mais amistoso”. E concluiu: “Esse ambiente contribui para a formação de ícones do esporte, gera conquistas que aumentam a auto-estima do nosso povo”.



Ascom – Ministério do Esporte


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: