Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


18/12/2006 às 18:44 - Festa de Debutantes do Segundo Tempo vira tradição em Valparaízo (GO)  

Inclusão à toda prova. Entre as diversas políticas de combate às desigualdades, o esporte social do governo federal amplia o leque de oportunidades. Pelo segundo ano consecutivo, o Instituto Pró Brasil - parceiro do Ministério do Esporte - realiza a Festa de Debutantes do Programa Segundo Tempo em Valparaízo (GO). A edição de 2006 ocorreu na última sexta-feira (15/12) e homenageou 30 adolescentes, o dobro de aniversariantes do ano passado.

A casa de festas Petit Maison, no Jardim Esplanada I, ficou lotada com mais de mil convidados, a maioria familiares das jovens carentes. O custo do baile foi zero, graças à iniciativa dos diretores do Instituto Pró Brasil, Zilmar Moreira e Jovem Tibério. Para garantir a realização da festa, cerca de 10 parceiros locais entre supermercados, hotéis, indústrias, casas de festas, lojas de tecidos e do setor de promoção social da prefeitura foram mobilizados. Tudo ocorreu à base de doações: da roupa, calçados, cabelo e maquiagem adotados pelas debutantes, ao aluguel do salão e buffet.

Na festa de 15 anos das meninas do Programa Segundo Tempo não faltou brilho nos olhos, sorrisos e lágrimas. "Essa é uma experiência ímpar em minha vida. Meu pai é serralheiro e minha mãe empregada doméstica. Eles não teriam condições de realizar meu sonho", revelou a estudante Júlia Novaes Firmino, moradora do bairro Céu Azul.

Com vestidos longos e acompanhadas por seus pares, as aniversariantes foram presenteadas com rosas e em seguida dançaram a tradicional valsa. Além do coquetel, foi servido um jantar aos presentes e depois, foi a vez de cantar o parabéns, apagar as velas e cortar o bolo com mais de um metro de comprimento.

A Copis, cooperativa de costureiras mães de estudantes do Segundo Tempo do Recanto das Emas (DF), foi a responsável pela confecção dos vestidos. De acordo com o presidente, Antônio Sérgio Cunha, as donas-de-casa que há cinco meses aprenderam a costurar tiveram na encomenda dos vestidos das debutantes um grande desafio. "São 30 vestidos finos de tecidos caros. Era necessário um capricho extra e elas deram conta do trabalho", elogiou Cunha.

Para os diretores do Instituto Pró-Brasil, a solidariedade é a principal comemoração do ano. "A exemplo da nossa equipe e do empresariado que nos ajudou, todas as pessoas deveriam praticar o exercício da solidariedade. Promover o bem social é uma experiência que todas as pessoas deveriam fazer. Só que muita gente tem a intenção, mas não tem coragem. É preciso dar o primeiro passo", assegurou o casal Zilmar e Jovem Dibério.

Ajuda profissional - Para as aniversariantes Márcia Barros e Deiziane Rodrigues, a festa de 15 anos teve um sabor especial. Além de comemorar mais uma etapa de vida, elas vibraram com outro benefício que passaram a receber do Programa Segundo Tempo. O desempenho na escola e a boa relação com alunos e profissionais do programa fizeram com que as duas fossem promovidas a auxiliares de monitores. "Praticamos esporte, temos o reforço escolar e alimentar e ainda recebemos uma ajuda de custo de R$ 100,00", orgulharam-se as jovens.


Carla Belizária
Ascom - Ministério do Esporte


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: