Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


01/08/2006 às 18:40 - Costa do Marfim quer importar Programa Segundo Tempo  

A Costa do Marfim pretende firmar um termo de cooperação técnica com o Ministério do Esporte brasileiro para assegurar, por meio do esporte social do Programa Segundo Tempo, a devolução da cidadania de suas crianças e jovens. O desejo de levar o Programa Segundo Tempo para o país africano foi manifestado pela embaixadora do país no Brasil, Colete Larbim, em audiência realizada na tarde desta quarta-feira (01/09), com o ministro do Esporte, Orlando Silva Jr..

Segundo a embaixadora, seu país ainda enfrenta os resquícios de uma guerra civil e passa atualmente por um período de reestruturação. Para ela, somente a educação, somada à oportunidade da prática esportiva, é capaz de mudar o destino das pessoas e de nortear seus compatriotas no caminho da paz. "O esporte tira os meninos do banditismo, afasta nossos jovens das revoltas armadas e faz com que deixem de lado as armas", ressaltou a embaixadora.

Acompanhada da presidente da Codhes, a juíza de Paz e membro dos Conselhos de Direitos Humanos, Abiail Ferreira, a embaixadora recebeu um sinal positivo do ministro para a futura parceria. Sensibilizado com os relatos sobre a situação de Costa do Marfim, Orlando Silva Jr. explicou que essa será uma feliz oportunidade de sua pasta e do governo federal ajudar o país africano. Segundo o ministro, outros países, como a Angola, já desenvolvem o Programa Segundo Tempo.

Experiência
A iniciativa de Colete Larbim de levar o Segundo Tempo para Costa do Marfim ocorreu após recente visita a dois núcleos do programa Segundo Tempo em Brasília (DF). A embaixadora conheceu de perto os resultados positivos do trabalho social desenvolvido junto a crianças e adolescentes moradoras da Vila Estrutural e da Invasão Itapoã. Os núcleos de atendimento funcionam por meio da parceria com o Codhes, uma Ong sem fins lucrativos, e contemplam dois mil jovens com reforço escolar e alimentar além da prática esportiva. Em todo o Brasil, mais de 1 milhão de crianças já foram atendidas pelo programa.

Costa do Marfim
A Costa do Marfim é um país jovem. Dos seus 16,7 milhões de habitantes, 50% tem idade inferior a 15 anos. O país ocupa o primeiro lugar na produção mundial de cacau e é responsável por 42% da produção da fruta in natura no mundo. É considerado também como o quarto maior produtor de café do mundo, seguido por Brasil, Colômbia e Vietnã.


Carla Belizária
Ascom-Ministério do Esporte


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: