Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


29/06/2006 às 18:13 - Parceria entre Ministério e prefeitura amplia acesso ao esporte em Salvador  

Mais esporte para crianças e adolescentes de Salvador. O ministro do Esporte, Orlando Silva Jr., e o prefeito de Salvador, João Henrique Carneiro, assinam nesta sexta-feira (30/06), um convênio que prevê a ampliação do número de quadras poliesportivas em escolas da rede municipal de ensino. A solenidade será realizada às 16h30, no Palácio Thomé de Souza, em Salvador (BA). Ainda na passagem pela capital baiana, o ministro participa do lançamento do Programa Segundo Tempo no Centro de Educação e Cultura Popular da Bahia, às 14 horas.

Pelo convênio, uma parceria entre o Ministério do Esporte e a Secretaria Municipal da Educação e Cultura prevê a construção de 32 quadras poliesportivas – um investimento de R$ 3 milhões do governo federal. A ação vai dobrar a quantidade de espaços para a prática de modalidades esportivas nas escolas da região.

Às 14 horas, o ministro do Esporte participa do lançamento do Programa Segundo Tempo que irá atender para 6.600 crianças e adolescentes carentes da periferia de Salvador (BA). O ato será realizado na Associação das Comunidades Paroquiais de Mata Escura e Calabetão (Acopamec). Por meio da parceria com o Centro de Educação Popular (Cecup), as sedes de associações de moradores e escolas comunitárias serão transformados em núcleos do Segundo Tempo, para oferecer aos alunos, no período oposto ao turno escolar, prática esportiva, reforço escolar e complemento alimentar.

Serão 33 núcleos do Segundo Tempo que passam a funcionar a partir de 1º de julho em comunidades de Salvador que possuem altos índices de violência. Entre os bairros beneficiados estão Uruguai, Plataforma, Sussuana, Cabule, Mussurunga, São Cristovão, Cajazeiras, Cupuaçú, Nova Brasília, Calabetão e Mata Escura.

Segundo Tempo
Com foco na promoção da cidadania e na inclusão social, o Segundo Tempo já beneficiou mais de 1,4 milhão de crianças e adolescentes no contra-turno escolar, em todo o Brasil, desde sua criação, em 2003. Além de praticar esporte, as crianças e adolescentes participantes contam com reforço escolar e complemento alimentar.

No estado da Bahia, o programa está presente em 156 municípios. São 757 com mais de 143 mil jovens beneficiados sob a supervisão de 583 coordenadores de núcleo (professores de Educação Física e Pedagogia e 1.014 monitores (estagiários) - um investimento de R$ 15,9 milhões do Ministério do Esporte.

Cecup
Criada na década 80, quando Salvador enfrentou uma baixa oferta de vagas para estudantes, o Centro de Educação Popular surgiu com o propósito de solucionar o problema. Atualmente a entidade desenvolve trabalhos educacionais mais de 300 comunidades em Salvador.


Leia mais:
Prefeitura de Salvador propõe parceria para aliar educação e esporte

Ascom-Ministério do Esporte


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: