Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


28/06/2006 às 16:28 - Jogo de xadrez chega ao Programa Segundo Tempo  

O xadrez passou a ser uma das modalidades esportivas e culturais asseguradas em todos os 3.800 núcleos do Programa Segundo Tempo no Brasil. O ministro do Esporte, Orlando Silva Jr., e o secretário Nacional de Esporte Educacional, João Ghizoni, entregaram na manhã desta quarta-feira (28/06) 120 kits para o Instituto Pró Ação, entidade parceira que beneficia quatro mil crianças e adolescentes carentes no entorno do Distrito Federal. Com o ato, o Ministério do Esporte oficializa a distribuição nacional de 40 mil kits de xadrez para para que mais de um milhão de jovens pratiquem a atividade.

Para o ministro Orlando Silva Jr., a distribuição do material esportivo é mais uma oportunidade que o Programa Segundo Tempo oferece para assegurar melhor qualidade de vida aos alunos. “Acreditamos que o xadrez é mais uma ferramenta oferecida pelo Segundo Tempo para que grandes ídolos sejam descobertos nos núcleos do programa”, apostou o ministro, ao ressaltar que o Ministério do Esporte distribuiu em média, 10 kits por núcleo.

Cerca de duas mil crianças estiveram presentes na ginásio de esportes do Clube Tropical de Valparaízo. Os estudantes Karine Costa, 10 anos, e Jefferson Sabino, 13 anos, receberam das mãos do ministro um dos kit´s, compostos por um tabuleiro e peças de xadrez.

“Nunca joguei xadrez mas sei que é um jogo que vai me ajudar bastante na escola”, disse Karine Costa. Ao demonstrar curiosidade em aprender, Jefferson Sabino, por sua vez, disse que iria ler, na internet, a cartilha com técnicas do xadrez que o Ministério do Esporte disponibiliza no site (Clique aqui para acessar a cartilha) ). “Não vejo a hora de começar a praticar”, revelou.

Programa Xadrez nas Escolas
A iniciativa de assegurar a prática do xadrez em todos os núcleos do Segundo Tempo surgiu com os resultados positivos do programa Xadrez nas Escolas, uma parceria entre os ministérios do Esporte e da Educação com as secretarias estaduais. O projeto envolveu inicialmente 6,4 mil estudantes do Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pernambuco e Piauí foi ampliado ano passado para para mais de 300 mil alunos da rede pública estadual de ensino do País. A melhoria no rendimento escolar e a redução da dispersão dos alunos na sala de aula foram identificados entre os alunos enxadristas.


Carla Belizária
Ascom-Ministério do Esporte


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: