Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


23/05/2006 às 11:10 - Ídolos do esporte agregam valor aos benefícios ao Segundo Tempo  

A ONG/OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) Bola Pra Frente dá exemplo de determinação quando o assunto é enriquecer ainda mais as ações do Programa Segundo Tempo. Há exatos três anos, a parceria teve início e beneficiou 600 estudantes carentes em São Paulo com a prática esportiva e o reforço escolar e alimentar. Agora, com o mesmo espírito olímpico que norteia o atleta promissor, Karina Rodrigues, reponsável técnica pelo Bola Pra Frente, atleta argentina quatro vezes campeã mundial de basquete, arregaça as mangas e vai à luta em busca de alternativas que dêem mais qualidade de vida aos nove mil jovens que atualmente são contemplados.

A nova idéia desenvolvida pela Bola Pra Frente é a produção de um vídeo institucional. O documentário terá a participação do ministro do Esporte, Orlando Silva Jr., e destacará os benefícios do esporte. Nele será mostrada a rotina nos 15 núcleos do Segundo Tempo na grande São Paulo e no interior do estado e serão apresentados resultados do programa como a redução da evasão escolar e a melhoria significativa da auto-estima de 120 estudantes portadores de deficiências físicas e mentais. Com a apresentação do documentário, Karina pretende conseguir parcerias de pessoas físicas e jurídicas tanto no Brasil quanto na Europa.

Para Karina, o Segundo Tempo é um projeto revolucionário. “Sou defensora do passo a passo. Não é porque o Ministério do Esporte disponibiliza recursos para a manutenção do Segundo Tempo que os gestores têm que depender exclusivamente do poder público para alçar novos vôos”, argumentou. Com a colaboração de novos parceiros, Karina Rodrigues pretende adquirir agasalhos para os jovens enfrentarem o frio da região sudeste e oferecer três refeições diárias, reforçando o lanche que eles já recebem.

Além do basquete, no Segundo Tempo/Bola Pra Frente os adolescentes praticam futebol, xadrez, futsal, vôlei e handebol. Também são oferecidas atividades extra curriculares de danças de ruas (hip-hop e funk) e oficinas de pintura e de teatro.

Ídolos inspiradores
Outra grande idéia é fazer com que os atletas do Brasil abracem uma nova causa: a de fazer no mínimo duas visitas aos núcleos do Programa Segundo Tempo em todo o país. “A presença dos ídolos é muito importante para os jovens do Programa encontrarem no esporte social uma alternativa de futuro. Mais que isso, eles podem servir de inspiração para que entre esses estudantes apareçam futuros Ronaldinhos (futebol), Gugas (tênis), Oscars e Maurícios (vôlei)”, pontuou a atleta.

“Em 2006, 2007 e 2008, o esporte estará em alta com a realização da Copa do Mundo de Futebol (Alemanha), dos Jogos Pan Americanos e Parapanamericanos (Rio de Janeiro) e das Olimpíadas (China). Esses grandes espetáculos serão assistidos pela televisão. Só que as crianças precisam mais que isso. Elas precisam falar, tocar e conversar com seus ídolos”, disse Karina ao ressaltar que esse tipo de trabalho já está sendo iniciado. Atletas como Gustavo Borges (natação) já fazem visitas periódicas aos núcleos do Segundo Tempo em São Paulo.

Na parceria Segundo Tempo/Bola Pra Frente são contempladas as cidades de Jaguariúna, Pedreira, Amparo, Morungaba, Santo Antônio de Posse, Conchal, Campinas, Holambra, Tuiutí, Suzano, Itaquaquecetuba, Ibatí, Batatas, Itapira e Taboão da Serra.


Carla Belizária
Ascom-Ministério do Esporte


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: