Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


10/03/2006 às 16:12 - Hip Hop em Sobradinho anuncia chegada do Segundo Tempo para 3 mil crianças da periferia  

O preconceito que antes agredia jovens da periferia tem agora um grande inimigo. É o Segundo Tempo que chegou na manhã de hoje (10/03), para mais 3 mil estudantes carentes de Brasília. Os contemplados são crianças e adolescentes carentes moradores da favela Denox e das comunidades Fercal, Vila Rabelo, Nova Colina e Bananal, além Sobradinho I, Sobradinho II e Planaltina. Além do reforço escolar e alimentar eles serão beneficiados com a prática do futebol, capoeira, judô, kung-fu, dança e recreação.

Ao som do melhor hip-hop candango, dois grupos com oito componentes que participam do Segundo Tempo Atos da Rua e Mensageiros do Rap se apresentaram na abertura da solenidade. Em suas músicas eles denunciam a discriminação com os pobres e cantam o sonho estão vivendo desde que ingressaram no Segundo Tempo.

A parceria do Ministério do Esporte com a Fundação Toni Matos/Centro Comunitário Imaculada Conceição (Ceicom) prevê a implantação de um total de 15 núcleos. As próximas unidades a serem inauguradas ficam comunidades do Vale do Amanhecer, Mestre D´armas e Arapoanga.

O ministro do Esporte, Agnelo Queiroz, participou do evento. Ele destacou a importância da sociedade e de parcerias para diminuir o problema da desigualdade social. O Segundo Tempo, conforme ressaltou o ministro, promove o desenvolvimento porque incorpora todos os valores necessários para transformar a garotada em cidadãos bem preparados para a vida. “Com esporte e educação, eles passam a respeitar o corpo, melhoram as notas na escola e elevam a auto-estima. Ficam longe do perigo das ruas e usufruem uma educação integral, com direito a uma vida digna com oportunidades”, disse Agnelo.

Órfão de pai, Frederico Rodrigues, 10 anos, está muito feliz porque terá ocupado pelo programa o tempo que ele ficava sozinho em casa, com o irmão Wanderson, 7. “Minha mãe trabalha fora e só chega em casa à noite. Agora estou praticando judô e com o reforço escolar que tenho lá no núcleo Toni Matos, tenho bastante ajuda para realizar meu maior sonho: tirar boas notas e ser um médico”, revelou Fred, como popularmente é conhecido.

Para a aluna Rayane dos Santos, 8, o Segundo Tempo é uma ajuda para crescer. De corpo franzino, aparentando 5 anos de idade, a garota muito vaidosa e que admira o atletismo, optou por praticar vôlei porque pretende desenvolver o físico. “Além do reforço alimentar daqui - que é muito bom - o esporte vai me ajudar também a ficar alta e engordar um pouquinho”, justificou, entre risadas.


Carla Belizária


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: