Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


23/01/2006 às 17:02 - Segundo Tempo chega para 120 crianças em Centro de Formação da Marinha  

O ministro do Esporte, Agnelo Queiroz, lançou nesta segunda-feira (23/1), em mais uma unidade da Marinha no Distrito Federal, o Programa Segundo Tempo para cerca de 120 crianças carentes. O novo núcleo tem como sede o Centro de Instrução e Adestramento de Brasília (Ciab). Os contemplados são estudantes das cidades satélites do Gama e Santa Maria e também alunos da Escola Classe Sargento Lima, localizada na própria Área Alfa, em Santa Maria, região onde funciona o Centro de Instrução.

Durante a cerimônia as crianças contempladas fizeram festa. Usando balões verdes e amarelos elas cantaram o Hino Nacional enquanto uma bandeira do Brasil gigante foi hasteada. Em seu discurso, o ministro Agnelo destacou a importância da parceria com as Forças Armadas. "Na Marinha, as crianças aprendem a ter disciplina, a respeitar a pátria e têm noções de cidadania e civismo. A convivência permitirá, inclusive, que alguns deles optem mais tarde por seguir carreira militar", disse.

O Ciab é um centro de formação militar de soldados fuzileiros navais e marinheiros recrutas que prestam serviço militar. O núcleo de atendimento no Ciab é uma parceria entre o Ministério do Esporte e o da Ministério da Defesa. Esse convênio, atualmente, beneficia em todo o Brasil cerca de 2,3 mil estudantes carentes atendidos em 18 quartéis da Marinha, Exército e Aeronáutica (Segundo Tempo/Forças no Esporte). Além do núcleo do Ciab na cidade de Santa Maria, o Distrito Federal conta com outro núcleo do Segundo Tempo/Forças no Esporte que funciona no Grupamento dos Fuzileiros Navais.

O núcleo do Segundo Tempo/Ciab oferece a prática de natação, xadrez, basquete, vôlei, atletismo, futebol, judô e caratê. De acordo com o Capitão de Mar-e-Guerra responsável pelo comando do Ciab, Comandante Donato, o iatismo será a próxima modalidade a ser implantada. "Vamos implantar esportes de elite", afirmou justificando que as modalidades náuticas como a vela (classe optimist) fazem parte das atividades desenvolvidas na Marinha.

De acordo com o Capitão Fôgel, o Ciab conta com um lago natural na região de Saia Velha apropriado para a prática. "Vamos seguir o exemplo do Grupamento dos Fuzileiros Navais, que implantou o iatismo para crianças pobres. Acredito que a exemplo dos Fuzileiros iremos detectar velejadores talentosos", assegurou o coordenador de núcleo.

A descoberta de talentos esportivos é outra atividade a ser aprimorada. A meta é orientar e motivar os jovens que apresentarem talento para treinar e participar de competições. Em funcionamento há pouco mais de dois meses, é possível identificar futuros campeões. Um dos destaques é o carateca Roberth Delmont Barbosa, 13 anos, faixa preta primeiro dan. Para ele, o Segundo Tempo é ótimo porque incentiva os futuros atletas. "A minha passagem para disputar em Anápolis (GO) o campeonato regional ontem (22/01), foram os marinheiros quem pagaram, fazendo vaquinha", revelou o atleta.

Além do esporte, o Programa Segundo Tempo assegura o reforço escolar e alimentar dos jovens durante as segundas, quartas e sextas-feiras. No cardápio eles têm, gratuitamente, café, lanche, almoço e lanche reforçado. A garotada também participará de palestras de combate à violência e ao uso de drogas noções de saúde e higiene bucal. A expectativa do comando é que em julho deste ano o núcleo atenderá a uma demanda de mais 80 crianças.


Carla Belizária


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: