Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


19/10/2005 às 17:54 - Hemofílicos do Segundo Tempo no DF participam de Festival de Natação  

Cerca de 100 crianças e adolescentes portadores de hemofilia não vêem a hora de chegar o próximo sábado (22/10) para colocar a touca, sunga ou o maiô, passar o protetor solar, mergulhar na piscina e mostrar para a população que ter hemofilia não é estar doente. Essa mensagem será passada a quem prestigiar o evento a partir das 10h, durante o Festival de Natação do Programa Segundo Tempo, no Hospital de Apoio de Brasília.

A atividade não tem caráter competitivo. Ela será uma oportunidade de mostrar à população que além de promover saúde, o esporte é uma excelente ferramenta de superação de preconceitos. Os estudantes carentes contemplados pelo programa de inclusão social do Ministério do Esporte são moradores do Plano Piloto, cidades satélites e do entorno do DF portadores de coagulopatias (o sangue não coagula). Todos os estudantes vão receber medalhas e brindes de participação.

De acordo com o ministro do Esporte, Agnelo Queiroz - que é médico -, a natação é um excelente estimulo à musculatura. “É um esporte que trabalha todos os músculos e é um reforço a mais na fisioterapia durante o tratamento de saúde”, explica.

Parceira do Ministério do Esporte, a Associação de Pesquisadores e Voluntários de Coagulopatias (Ajude-C) oferece aos hemofílicos do Hospital de Apoio o tratamento à base de fisioterapias e medicações. O trabalho é monitorado por médicos especialistas, enfermeiros e auxiliares de laboratórios. Já na hora do esporte (natação, capoeira e futebol), os beneficiados do Segundo Tempo também têm assegurado no Hospital de Apoio o reforço escolar e alimentar e são acompanhados por professores de Educação Física e Pedagogia e estudantes universitários (monitores).


Carla Belizária


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: