Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


03/08/2005 às 11:45 - Ministério do Esporte e UnB vão capacitar quatro mil leigos que trabalham no Segundo Tempo  

Uma clientela diferenciada de participantes do Programa Segundo Tempo será privilegiada com a capacitação do Ministério de Esporte em parceria com o Centro de Ensino a Distância da Universidade de Brasília (Cead-UnB): são monitores leigos, não habilitados nas áreas de Pedagogia e Educação Física, mas que auxiliam coordenadores do programa de inclusão social pelo esporte do governo federal. A assinatura do termo aditivo feita ontem (02/08), em Brasília, pelo ministro do Esporte, Agnelo Queiroz, e pelo reitor da UnB, Lauro Morhy, assegura que a partir de outubro quatro mil profissionais em todo o país vão participar da formação em Esporte Escolar.

O treinamento para leigos será aplicado no formato de oficinas presenciais, com duração de três dias, em todas as capitais brasileiras. De acordo com Agnelo Queiroz, o Segundo Tempo se destaca tanto pelos brilhantes resultados de desenvolvimento humano – assegurando a um milhão de crianças carentes reforço escolar e alimentar e prática esportiva – quanto no investimento e na valorização dos profissionais habilitados com cursos de extensão e de especialização. “O importante é que todos tenham acesso à informação, para respaldar ainda mais o compromisso social de cada um deles”, revelou Agnelo.

De acordo com Agnelo, apesar de os profissionais leigos terem experiência como voluntários em creches, associações comunitárias e entidades beneficentes, a capacitação vai agregar valor. “É um treinamento que dará suporte técnico de qualidade, permitindo aos novos cursistas um melhor desempenho de suas funções junto às crianças contempladas pelo Segundo Tempo”, afirma o ministro.

Cerca de 5.300 profissionais habilitados – coordenadores de núcleo e monitores - do Programa Segundo Tempo já participaram da capacitação pedagógica esportiva escolar no país. A iniciativa inédita no Brasil atendeu, no curso de especialização, um total de 1.500 pedagogos, professores de Educação Física e Letras. Na extensão, foram 3.800 estudantes universitários das três áreas os beneficados com o ensino à distância. Todo o material didático – produzido pelo Ministério do Esporte e pelo Cead-UnB – foram disponibilizados aos cursistas gratuitamente e entregues no formato de módulos escritos, CDs e também via internet.

A solenidade de assinatura do termo aditivo contou também com as presenças do diretor do Cead-UnB, Bernardo Kpenis, da coordenadora de Capacitação do Ministério do Esporte, Lene Santiago, do diretor do Departamento de Educação Física da UnB, Iran Junqueira, além de professores e estudantes da universidade.


Carla Belizária


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: