Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


12/01/2005 às 19:38 - Segundo Tempo retira crianças da rua e revela pequenos talentos  

Brasília 12/01/2005 (Ascom/ME) - Crianças pobres que pediam dinheiro ou vendiam balinhas nos semáforos no município de Paracatu (MG) estão sendo retiradas das ruas para participar de atividades esportivas. O mérito desse trabalho é dos instrutores e monitores do Programa Segundo Tempo, desenvolvido na cidade pelo Ministério do Esporte em parceria com a Fundação Conscienciarte.

Os estudantes, além das atividades regulares do Programa, recebem ainda transporte gratuito. Eles utilizam um ônibus adaptado ao formato de um trem. Não mais expostos ao perigo das ruas, os alunos têm a oportunidade de resgatar a cidadania e ainda descobrir algum tipo de vocação artística ou esportiva.

Em Paracatu o programa de inclusão social do Governo Federal é gerenciado pela Fundação Conscienciarte. Nessa parceria são atendidos 250 alunos dos bairros carentes Paracatuzinho, Nossa Senhora de Fátima, Perpétuo Socorro e do Quilombo São Domingos, distantes cerca de 10 quilômetros do centro. Os estudantes praticam natação, futebol de campo e de areia, capoeira e vôlei. O Ministério do Esporte assegura, ainda, reforço escolar e alimentar, uniforme e material esportivo.

“Hoje nossas crianças não ficam mais à toa, pois ocupamos todo o tempo ocioso delas”, garantiu o coordenador-geral do Segundo Tempo, Lucivaldo Paz de Lira, que cita o caso do estudante Vinícius dos Santos Martins, 11 anos, como uma das grandes revelações. Filho de pai pedreiro e de mãe empregada doméstica, o jovem apresenta talento nato para a música. Ele foi identificado entre os 22 que freqüentam as aulas de canto do Coral do Segundo Tempo.

“Vinicius é um cantor excepcional, um brilhante compositor que aprendeu a tocar violão sozinho”, declarou Lucivaldo Paz. A Fundação Conscienciarte pretende, em 2005, lançar uma campanha para levantar recursos para patrocinar a produção do primeiro CD do jovem cantor.

No núcleo Conscienciarte são desenvolvidos ainda projetos sociais que envolvem cultura, educação, lazer e qualificação profissional para jovens aprendizes com encaminhamento para o mercado de trabalho e cursos de formação para comunidades negras.

O ministro do Esporte, Agnelo Queiroz, considera o Segundo Tempo um eficiente instrumento para o desenvolvimento integral das crianças e jovens. “Combater a exclusão social é uma prioridade do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para vencer essa batalha, contamos com o compromisso social de profissionais, governos, empresas públicas e privadas, Ongs e das comunidades que vestiram a camisa do programa Segundo Tempo e juntos estão dando o que esses jovens mais precisam: oportunidade de um futuro melhor”, declarou o Ministro.

Carla Belizária


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: