Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


06/09/2004 às 13:05 - ME apóia maior evento desportivo militar da América Latina  

Brasília, 06/09/2004 (Ascom/ME) - Maior evento desportivo militar da América Latina, o XVII Festival Sul-Americano de Cadetes, começou no último sábado (04/09), na Academia da Força Aérea, em Pirassununga (SP). A organização do festival é uma parceria do Ministério do Esporte e da Defesa, da Embraer e da Petrobrás, por intermédio da Comissão Desportiva Militar do Brasil (CDMB) e da União Desportiva Militar Sul-americana (UDMSA). O país não sediava a festividade há 13 anos. O último campeonato foi no Peru, em 1999.

Representando o ministro do Esporte, Agnelo Queiroz, o secretário Nacional de Esporte Educacional, Ricardo Leyser, destacou a importância do país em sediar esses jogos. “Faz parte da estratégia do Ministério do Esporte e da Secretaria desenvolver o esporte educacional, no caso, o universitário. Os cadetes são na verdade os universitários das Forças Armadas. E o evento coroa essa iniciativa do Ministério”, disse ele.

Ricardo Leyser lembrou ainda da parceria que vem sendo realizada com o Ministério da Defesa, através do programa Segundo Tempo - que possibilita o acesso de alunos da rede pública às práticas esportivas fora do horário escolar. O Programa já atende 800 mil jovens carentes. A meta é chegar a um milhão de crianças e adolescentes no segundo semestre de 2004. São 3.545 núcleos, espalhados por 650 municípios de 26 estados e pelo Distrito Federal.

O Chefe do Estado Maior do Ministério da Defesa, General-de-Exército Rômulo Bini Pereira elogiou a parceria com o Ministério do Esporte e disse que “sem ela não teríamos condições de ter realizado esse campeonato sul-americano. Espero que ela se perpetue”. Ele destacou ainda outra parceria com o Ministério, no Forças no Esporte (que faz parte do Segundo Tempo) que atende jovens de 12 a 17 anos. “Trazemos essas crianças para as instalações militares, onde recebem treinamento esportivo e alimentação. E esperamos ampliar nossa cooperação no próximo ano junto ao esporte de alto rendimento”, adiantou.

A cerimônia de abertura do festival de cadetes sul-americanos foi feita pelo General Rômulo Bini, mas, a mensagem do Ministro da Defesa, José Viegas, foi lida pelo General-de-Brigada Gilberto Arantes Barbosa, Presidente da União Desportiva Militar Sul-Americana. Emocionado, ele elogiou a realização do evento, destacando que “o esporte educa e socializa, o esporte eleva a auto-estima e a qualidade de vida e ainda promove, a um só tempo, o nosso engrandecimento pessoal, na integração social.”

Os jogos foram oficialmente abertos pelo Cadete do Exército Brasileiro, Victor Giscard, de 21 anos, ganhador de duas medalhas (ouro e prata) nas competições esportivas entre aspirantes e cadetes, quando acendeu a pira olímpica e, pelo General Arantes que hasteou a bandeira da UDMSA (União Desportiva Militar Sul Americana), ao som do Hino Nacional brasileiro.

A solenidade foi encerrada com um show da Esquadrilha da Fumaça. Os sete Tucanos, pintados com as cores nacionais, fizeram uma demonstração espetacular onde não faltou uma homenagem à Capital Federal: os pilotos desenharam no céu do interior paulista as linhas de um dos maiores símbolos de Brasília, a Catedral.

Até o dia 10 de setembro, sete países estarão competindo no Festival Sul-Americano de Cadetes – Argentina, Brasil, Colômbia, Equador, Peru, Uruguai e Venezuela. Cerca de 60 atletas de cada delegação disputarão várias modalidades, entre elas, natação, atletismo, tiro, esgrima e pentatlo militar na Academia da Força Aérea (AFA) de Pirassununga (SP).

Aída Carla


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: