Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


20/08/2004 às 10:00 - ME lança o Programa Segundo Tempo em Santa Catarina  

Brasília, 20/08/2004 (Ascom/ME) - O Programa Segundo Tempo será lançado oficialmente em Santa Catarina nesta sexta-feira, 20 de agosto. Da parceria entre o Governo do Estado e o Mistério do Esporte surgiu o projeto "Segundo Tempo na Comunidade", que tem como objetivo a inclusão social pelo esporte e atende mais de três mil crianças divididas em 15 núcleos que desenvolvem atividades como futsal, vôlei, handebol, basquete, dança e capoeira.

As atividades funcionam por 4 horas em dois períodos, proporcionando um turno extra para atividades físicas com acompanhamento de professores e estagiários.

A cerimônia de lançamento será realizada às 14 horas, no Ginásio Saul Oliveira (Capoeirão), em Capoeiras, Florianópolis. Participam do evento o Secretário da Organização do Lazer do Estado, Gilmar Knaesel e o diretor geral da Federação Catarinense do Desporto - Fesporte, João Ghizoni.

Inicialmente o programa foi implantado em Florianópolis, Santo Amaro, Palhoça, São José, Biguaçu e Antonio Carlos. Já em junho deste ano houve ampliação do projeto quando o governo de Santa Catarina - através da Fesporte - e o Ministério do Esporte assinaram um novo convênio para a ampliação de recursos na ordem de 1 milhão 525 mil reais.

Com isso o Segundo Tempo contemplará mais 70 núcleos em cidades do estado com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) o que beneficiará mais de 14 mil alunos, além dos 3 mil já contemplados desde abril nos 15 núcleos da grande Florianópolis.

O Programa - O Segundo Tempo é um programa do Ministério do Esporte, em parceria com o Ministério da Educação, destinado a possibilitar o acesso de crianças e jovens, matriculados em escolas públicas, à prática esportiva,principalmente em áreas de vulnerabilidade social.

Beneficia, atualmente, 750 mil jovens em todo o País. Além de assegurar a prática esportiva em horário oposto ao turno escolar dos jovens, o Ministério garante uniforme, material esportivo, reforço escolar e noções de saúde e higiene. A alimentação é oferecida na parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social, através do Programa Fome Zero.

O Ministério disponibiliza, ainda, para cada núcleo de atendimento, um coordenador(professor de Educação Física) e quatro monitores (estagiários) que fazem o acompanhamento das atividades esportivas. Os profissionais são capacitados através de outra importante parceria: a Universidade de Brasília (UnB) que ministra curso de longa distância via internet.

Christiane Telles, com informações da Fesporte


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: