Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


08/07/2004 às 17:29 - Ministro inaugura sábado Programa Segundo Tempo no Varjão  

Brasília 08/07/2004 (Ascom/ME) - Quatrocentos jovens carentes do Varjão, assentamento da periferia do Lago Norte, em Brasília, serão atendidos pelo Programa Segundo Tempo. O Ministério do Esporte firmou parceria com a Galera dos Matutos, associação que desenvolve ações de inclusão social através da dança e teatro. Além da prática esportiva, estudantes dos ensinos fundamental e médio terão em horário oposto ao turno escolar, alimentação, material esportivo, reforço escolar e noções de saúde e higiene. O ministro do Esporte, Agnelo Queiroz fará o lançamento do programa, às 9h do próximo sábado (10/07), na Escola Classe do Varjão, Área Especial.

“A ação é reforçada por uma importante parceria da sociedade civil”, antecipa Agnelo Queiroz ao informar que a Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Apcef) cedeu todas as instalações esportivas para esse projeto. “A cada dia as pessoas se conscientizam de que somente através de uma corrente de solidariedade e de parceiras, jovens antes sem nenhuma perspectiva de vida, passam a ter esperança de um futuro melhor”, assegura o Ministro.

O clube social abrirá suas portas segundas, quartas e sextas-feiras, durante as manhãs e tardes e atenderá cerca de 50 crianças por visita. As atividades esportivas terão início na próxima segunda-feira (12/07). Para a prática do vôlei, basquete, natação, futebol de campo e salão serão disponibilizadas quatro quadras poliesportivas. Já na natação foram oferecidas duas piscinas aquecidas.

“A meninada está eufórica, principalmente, pela prática da natação, modalidade nunca desenvolvida no Varjão”, explica Abdenaldo Batista, presidente da Galera dos Matutos. “Os estudantes foram previamente inscritos e aguardam com ansiedade, o início das atividades do mais importante projeto esportivo do Governo Federal“, afirma.

Segundo o presidente da Apcef, Ismael Artur Galeazzi, os garotos serão contemplados com piscinas aquecidas e com tratamento de última geração. “A água não irrita mais os olhos dos banhistas, evita fungos e bactérias e o cabelo não fica mais tão duro por conta do cloro”, explica.

Fundada em 1997, a Galera dos Matutos é mantida por doações e conta com o trabalho de voluntários. O Ministério do Esporte disponibilizará à ONG, um coordenador de núcleo (professor de Educação Física) e quatro monitores(estagiários) para fazer o acompanhamento das atividades.

Carla Belizária


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: