Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


09/03/2004 às 18:29 - Programa Segundo Tempo será lançado no Entorno do DF  

O Programa Segundo Tempo do Ministério do Esporte será lançado na próxima quarta-feira (10/03), em 20 cidades de Minas Gerais e Goiás localizadas na região do entorno do Distrito Federal. A parceria entre o Governo Federal e os municípios atenderá 10.600 jovens carentes com idades entre 7 e 17 anos, de 53 escolas públicas. O ministro do Esporte, Agnelo Queiroz, assinará os convênios em solenidade no Clube Tropical, na cidade de Valparaízo (GO), às 15 horas.

Além dos 20 prefeitos dos municípios parceiros, está confirmada a presença do governador Marconi Perillo, de Goiás. Quatro mil alunos da rede pública também estarão presentes para disputar torneios de futsal, vôlei e futebol e assistir as atividades culturais com apresentação de grupos da comunidade.

O Programa Segundo Tempo atende crianças de comunidades carentes, garantindo o acesso a práticas esportivas e sociais, reforço alimentar e acompanhamento pedagógico. Além de disponibilizar coordenadores e monitores para acompanhamento dos jovens, o Ministério do Esporte garante alimentação através de parceria com o Programa Fome Zero.

No ano passado, o projeto foi desenvolvido em 21 estados e atendeu a 519.320 crianças. O Ministério do Esporte trabalha nesse ano para atingir a meta de um milhão de crianças em 178 municípios e atender a todos os estados da federação.

Garantir o acesso às práticas esportivas, segundo o Ministro Agnelo Queiroz, é hoje a principal tarefa do Ministério do Esporte. Além de ser instrumento para a inclusão social, o esporte é fator de desenvolvimento das habilidades físicas e intelectuais dos jovens estudantes.

O material esportivo e os uniformes das crianças do Segundo Tempo também são doados pelo Ministério do Esporte. Produzidos por detentos do sistema carcerário brasileiro que participam do Programa Pintando a Liberdade, o material tem baixo custo de produção e atende os programas sociais do Ministério. Desenvolvido em parceria com o Ministério da Justiça, o Programa mantém 53 unidades de produção em 25 Estados e no Distrito Federal e emprega mão-de-obra direta de 12.700 detentos.

Carla Belizária


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: