Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


02/10/2003 às 19:57 - Lula apresenta parceiros do Segundo Tempo e destaca trabalho de Agnelo  

“Se o ministro Agnelo Queiroz, tivesse apenas firmado a parceria com a Fundação de Apoio ao Menor de Feira de Santana (BA), atendendo 23 mil crianças carentes, sua atuação frente ao Ministério do Esporte já teria valido a pena”. O reconhecimento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao trabalho de Agnelo desenvolvido no Ministério foi feito durante solenidade de adesão de novos parceiros da comunidade ao Programa Segundo Tempo. A solenidade ocorreu hoje à tarde no Palácio do Planalto.

Emocionado, Lula admitiu que o trabalho, otimismo e determinação de Agnelo Queiroz têm sido imprescindíveis para o sucesso dos programas executados pelo Ministério do Esporte. Lula lembrou, por exemplo, que Agnelo usou criatividade para driblar a falta de recursos. Destacou que o ministro já reclamou do contingenciamento do Orçamento, “mas saiu em campo em busca de parcerias". "O desafio de ter dinheiro é importante, mas a vontade de se fazer é bem maior”.

Em seu discurso, Lula convocou a sociedade brasileira a fazer uma revolução silenciosa: ““Revolução da Oportunidade,” para tornar o “Brasil mais solidário”. Disse ainda, que graves problemas que o País enfrenta nas áreas da educação, cultura, esporte e lazer não serão resolvidos apenas pelo governo institucional, mas com o apoio decisivo da sociedade “que deve vestir a camisa da solidariedade”.

Lula foi além. Garantiu que competir com o narcotráfico, com o crime organizado, é ganhar o jogo investindo nas crianças. “O Estado pode ser o indutor, mas a sociedade tem que chamar para si o que tem que se fazer”, reforçou o convite.

O ministro Agnelo destacou a importância do Segundo Tempo. “Além de incentivar o esporte, o programa garante reforço alimentar e mantém crianças ocupadas durante o período em que estão fora da escola”. Atualmente, 404 mil crianças, com idade entre 07 e 17 anos estão sendo atendidas. A meta é alcançar 850 mil, ainda este ano.

Viviane Senna, do Instituto Ayrton Senna, afirmou que o Segundo Tempo é mais um gol, mais uma vitória a favor das crianças. “Somente através do esporte poderemos construir cidadãos soberanos”. Entre as personalidades presentes, estiveram o jogador Júnior, o apresentador Netinho e 250 crianças de escolas de Brasília beneficiadas pelo programa.

Carla Belizária


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: