Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


21/08/2013 às 18:00 - Ministro discute ações para diminuir sedentarismo entre crianças  

O sedentarismo e a obesidade infantil são epidemias comuns nas grandes sociedades. Criar experiências esportivas positivas desde cedo para as crianças é a solução apontada por estudos compilados no documento “Desenhado para o movimento”. Uma agenda de ação propositiva, que envolve diferentes entes, como indústria esportiva, governos e sociedade civil, foi apresentada pela vice-presidente Global da Fundação Nike, Lisa Maccallum nesta quarta-feira (21.08) para o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, como proposta de aproveitar a década esportiva em que o país vive com a realização dos grandes eventos esportivos.

“Sabemos que o esporte é para todas as idades e pessoas. Devemos mudar os hábitos sedentários e, para isso, devemos mudar o ciclo de não-atividade principalmente entre as crianças com até 10 anos é fundamental, porque é o período em que se moldam as preferências”, ressaltou a vice-presidente Global da Nike, Lisa Maccallum.  

A executiva acrescenta que nos Estados Unidos um dado alarmante aponta que 80% das crianças com até 8 anos param de fazer atividade física porque não estão tendo uma experiência positiva nos primeiros 10 anos de vida. “Temos que garantir não apenas que elas tenham acesso, mas que seja uma experiência positiva com a prática esportiva. Isso vai garantir que elas quebrem o ciclo de hábitos sedentários.”

Segundo Aldo Rebelo, o Brasil vive o momento ideal para destacar as questões da importância da atividade física na vida da população, principalmente na infância. “Já vivemos de fato as consequências da epidemia no Brasil, não nas mesmas proporções dos outros países. Nós também passamos pelas mesmas transformações que mexem com a vida das crianças, que não fazem nenhuma atividade física pela falta de espaços adequados para a prática esportiva”, disse.

A norte-americana citou o programa Segundo Tempo, desenvolvido pelo Ministério do Esporte, que leva a prática esportiva no contraturno escolar para crianças e adolescentes, como exemplo bem sucedido que democratiza a prática esportiva entre jovens brasileiros.  

Participaram também da reunião o diretor de Relações Governamentais da Nike, Guilherme Athia, o embaixador das Nações Unidas no Brasil (ONU), Jorge Chediek, o assessor Especial do Ministro do Esporte, Luis Paulino, e o chefe de gabinete do ministro, João Luiz dos Santos Santos.

Breno Barros
Foto: Francisco Medeiros
Ascom – Ministério de Esporte

Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: