Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


24/07/2013 às 17:15 - Recreio nas Férias faz a alegria de alunos em comunidade quilombola no CE  

Cercada de sertão e litoral nos seus 480 quilômetros quadrados de extensão territorial, Aquiraz foi a primeira capital do estado do Ceará, antes de Fortaleza, e é um dos quatro municípios do Nordeste contemplados pelo Recreio nas Férias, ao lado de Natal, Recife, e Maceió. São 2 mil estudantes contemplados no Programa Segundo Tempo (PST), filhos de famílias que vivem exclusivamente da agricultura de subsistência, envolvidos com atividades esportivas, recreativas, culturais e de sustentabilidade, no período do recesso escolar.

Para conferir de perto a realização do Recreio nas Férias, o secretário nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social, Ricardo Cappelli, visitou nesta terça-feira (23) a comunidade quilombola de Lagoa do Ramo, um dos 12 polos da parceria com a prefeitura de Aquiraz. Após se encontrar com a secretária de Educação do município, Terezinha Holanda, ele chegou à Escola Fundamental José Raimundo da Costa, que também atende aos alunos nas comunidades Sítio Guarda e Priaoca. Ao lado do secretário de Desporto e Juventude, André Lima Correia, Cappelli foi recebido com festa, e por um forte, animado e coletivo “bom dia, secretário!”, ecoado por 250 crianças e adolescentes. “Eu só queria agradecer”, disse o secretário nacional.

Na presença dos coordenadores Audilene Lima (geral), Harllem Nogueira (pedagógico), Leonilton Dantas (setorial) e de Antôno Luis Maia, diretor da escola, o gestor nacional do esporte explicou o motivo de sua satisfação. “Aqui onde funciona o núcleo é muito mais bonito do que em Brasília, onde a gente cria o Programa Segundo Tempo e o Recreio nas Férias. Neste local, tudo se concretiza e com sucesso, graças aos profissionais que abraçam a camisa do programa.”

Não faltaram “gritos de guerra” dos estudantes em agradecimento ao Recreio nas Férias focado na sustentabilidade. As equipes “bonde da natureza”, “guerreiros”, “novos aventureiros” e “trilha da vida” entoavam frases motivadoras sobre o programa e a preservação do meio ambiente. “As crianças farão coleta seletiva e produzirão com material reciclável um mascote do Recreio nas Férias, assim como as vestes que serão utilizadas por um garoto e uma garota eleitos em desfile na escola, no próximo dia 26, quando se encerram as atividades do Recreio”, afirmou Audilene Lima.



Gingada com batuque - Os adolescentes Joseías, Aline, Gustavo e Isaías deram as boas-vindas musicalmente, em estilo gospel. Já as colegas Lidiane, Zilmara e Suelen mostraram que têm o samba no pé. Um grupo de dez meninos e meninas fez uma apresentação de capoeira. Vestida com o uniforme do PST, calça-abadá e embalada pelo toque do berimbau, pandeiro e tambor, a garotada formou uma roda, em que mostrou grande habilidade com a arte, apresentando passos como martelo-rodado e meia-lua de compasso.

Esperança com identidade - Motivos para agradecer o benefício do PST não faltaram. “Não tenho pai, mas tenho mãe, uma prima e a Luana, minha irmã”, disse, assustado, o estudante da 3ª série do ensino fundamental Luiz Carlo Mouzila. O afrodescendente, bisneto de escrava, afirmou que adora “brincar com os meus amigos e jogar capoeira”. Outro, de opinião não muito diferente de Luiz Carlo, é o adolescente Manoel Cazuza. O estudante tímido, que adora jogar “biló” (bola de gude) e é fã dos jogadores Ronaldinho e Neymar, explicou porque é assíduo às segundas, quartas e sextas-feiras, do contraturno escolar. “Adoro jogar futebol em nossa quadra. Se não fosse o Segundo Tempo, eu estaria à toa, sem rumo”, acentuou.


Carla Belizária
Fotos: Glauber Queiroz
Ascom – Ministério do Esporte

Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook  


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: