Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


05/07/2013 às 18:47 - Atletas da FAB relatam suas trajetórias esportivas a alunos do PST  

Atletas militares, como a segundo-sargento Cássia Bahiense Neves, primeira mulher a compor a equipe de para-quedismo das Forças Armadas e medalhista de Bronze na quinta edição dos Jogos Mundiais Militares, proferiram palestras motivacionais a 200 estudantes carentes do Programa Segundo Tempo/Forças no Esporte, do Rio de Janeiro. O evento, realizado no auditório da Universidade da Força Aérea (Unifa), no dia 28 de junho, contou com outra grande atração: o suboficial da reserva Abcélvio Rodrigues, ex-atleta de salto triplo, que participou das Olimpíadas em Los Angeles 1984 e Seul 1988.

O ciclo de palestras foi promovido pela Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA), presidida pelo major-brigadeiro do ar Pinto Machado e pelo vice, o capitão de infantaria Esteves, funcionam dois núcleos do Segundo Tempo e atende jovens carentes dos bairros de Realengo, Mallet, Sulacap, Vila Valqueire e Magalhães Bastos. Além da alimentação, transporte e das aulas de natação, vôlei, atletismo, futebol de campo, corrida de orientação e inclusão digital, os beneficiados participam de oficinas de artes manuais, como de artesanato com material reciclado.

Durante a apresentação, Cássia Neves falou sobre sua trajetória de vida na carreira militar e no esporte. Na oportunidade, ela mostrou vídeos de salto livre e fez demonstração dos equipamentos de para-quedismo, interagindo com os alunos.

O heptacampeão brasileiro e 16 vezes campeão das Forças Armadas, Abcélvio Rodrigues, ministrou a segunda palestra. Ele relatou sua história de vida e destacou a importância do esporte como ferramenta determinante para que trilhasse o “caminho do bem”. "Eu nasci e cresci na favela. Enquanto muitos amigos optaram pelo tráfico, escolhi o esporte e a Força Aérea Brasileira, mãos que me levaram a conhecer um mundo diferente daquele que era a minha realidade", disse Abcélvio.

De acordo com o coordenador de núcleo, o sargento Hélio Leite, a atividade foi bastante proveitosa e fez com que crianças e adolescentes despertassem o  interesse pela história dos dois atletas, No caso de Rodrigues por exemplo, que por ser de origem humilde e ter passado por duas Olimpíadas, houve grande identificação por parte de nossos alunos, que também apresentam perfis parecidos em relação à carência”, disse.

Segundo Tempo/Forças no Esporte
A parceria dos ministérios do Esporte e da Defesa contempla 12 mil alunos em 150 núcleos implantados em quartéis da Marinha, do Exército e da  Aeronáutica, distribuídos em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. O objetivo é fornecer condições para os estudantes superarem a exclusão social, utilizando o esporte como ferramenta. As atividades acontecem no período oposto ao ensino regular dos estudantes.


Carla Belizária
Fotos: Divulgação
Ascom - Ministério do Esporte

Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: