Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


05/03/2013 às 15:04 - Governador do MS distribui material do Programa Segundo Tempo a prefeituras  

Tudo pronto para o Programa Segundo Tempo (PST) começar no estado do Mato Grosso do Sul. Representantes dos 59 municípios contemplados - 55 prefeitos e vice-prefeitos,  coordenadores e monitores - na parceria entre o governo estadual e o Ministério do Esporte receberam nesta segunda-feira (04.03), do governador André Puccinelli e do presidente da Fundação do Desporto e Lazer (Fundesporte), Flávio Brito, todo o material esportivo a ser utilizado durante a execução do programa junto a 8 mil alunos beneficiados em 80 núcleos distribuídos em 58 cidades e na capital Campo Grande.

O programa executado pela Fundesporte contemplará unidades de atendimento que funcionarão em escolas estaduais, parques, quadras esportivas e ginásios. Campo Grande terá quatro núcleos. Foram distribuídos 56,8 mil itens entre bolas e redes de futsal, bolas de vôlei, basquete, handebol, jogos de mesa, traves, coletes, cordas e uniformes.

Durante a solenidade de entrega, no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gill de Camilo, na capital, André Puttinelli disse que o ministério destinou R$ 3 milhões para a execução do programa, com contrapartida  de R$ 300 mil do governo de Mato Grosso do Sul. “Vamos prestigiar e incentivar o esporte no estado para estimular a nossa gurizada à prática do desporto”, afirmou Puccinelli, ao ressaltar que o PST vai gerar 167 empregos diretos e indiretos.

Para o prefeito de Amambai, Sérgio Barbosa, é importante que o esporte possa chegar ao interior. “Precisamos investir no esporte e complementar o espaço ocioso com a prática esportiva. Esse trabalho está sendo feito com a mão do governo do estado e da prefeitura para tirar nossas crianças do caminho das drogas e ainda podendo despertar talentos”, comentou Sérgio.

O Programa Segundo Tempo democratiza o acesso à prática e à cultura do esporte a estudantes da rede pública em áreas de risco social. “Ao promover o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, o  esporte consagra-se como instrumento de formação da cidadania e melhoria da qualidade de vida”,  apontou Nayane Morais Gomes, coordenadora pedagógica da parceria.


Carla Belizária
Foto: Divulgação
Ascom – Ministério do Esporte

Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: