Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Apresentação

A Coordenação-Geral de Políticas Esportivas Indígenas - CGPEIN foi criada em 23/09/2012 como área estratégica do governo federal, por meio do Ministério do Esporte, com o intuito de promover interação e integração, pelo esporte, entre as etnias indígenas existentes em todo o território nacional. Ao buscar a valorização dos atletas indígenas com os programas já existentes no ME e outros em avaliação pela coordenação, a CGPEIN procura fortalecer as culturas e manifestações corporais e esportivas indígenas com o intuito de mostrar ao país o valor da cultura indígena.

Público-Alvo

A CGPEIN buscará trabalhar com todos os povos indígenas e em todas as faixas etárias, tendo apenas a especificação de idade quando se tratar de programas específicos que desenvolvam ações direcionadas a um público especial.


Princípios

O desenvolvimento do trabalho da CGPEIN tem como princípio a consideração aos mandamentos do povo indígena, respeitando a ancestralidade dos líderes (cacique, tuxaua, lideranças espirituais), os rituais e demais celebrações.

Linhas Estratégicas

A CGPEIN adotará linhas estratégicas com base nos projetos em construção, por meio dos Jogos e eventos dos Povos Indígenas, na busca de identificação de talentos indígenas a fim de fomentar e propiciar a representação do Brasil indígena nas esferas dos programas do Ministério do Esporte.

Meios de Difusão

Por ser uma coordenação nova no ministério, a CGPEIN terá inicialmente Organizações Indígenas (ONGs) como principais parceiras na divulgação e difusão dos trabalhos voltados às comunidades indígenas.

Projetos em Criação

  • Inovação dos Jogos dos Povos Indígenas por meio da regionalização do evento;
  • Congresso de debates, com o intuito de inclusão social, desenvolvimento cultural, individual e coletivo;
  • Programa Moroi’yewî’ que tem como principal objetivo identificar atletas-indígenas potenciais para posteriormente serem inclusos no esporte de alto rendimento;
  • I Seminário de Esporte Indígena com participação de lideranças indígenas e representantes de ministérios e secretarias;
  • Projeto Comunitário: o programa será voltado para o apoio aos jogos e eventos das comunidades e escolas indígenas que realizam suas atividades esportivas, culturais e lazer de iniciativa própria, e estruturas organizacionais peculiares direcionadas ao atendimento do público escolar e comunitário que atinja o número de mil pessoas dentre todas às idades;

Objetivos Específicos:

  • Oferecer práticas esportivas e de lazer, conforme o calendário programado pelas comunidades indígenas locais;
  • Resgatar e divulgar as diretrizes de manifestações corporais e culturas indígenas;
  • Garantir a realização dos Jogos Indígenas dentro das estruturas estabelecidas por este manual e possibilitar novas políticas públicas para estruturação do esporte indígena.

Impactos Diretos:

  • Reafirmação da cultura indígena buscando socialização e confraternização entre etnias;
  • Incentivar, fomentar, valorizar e fortalecer as práticas de esporte e lazer nas comunidades indígenas;
  • Fortalecer a cultura, esporte e sociedade local por meio das atividades motoras e corporais tradicionais;
  • Promover a interação entre os participantes e membros das comunidades indígenas locais.

Impactos Indiretos:

  • Desenvolver valores étnicos, morais, éticos coletivos, individuais e sociais;
  • Divulgação do esporte como método de aprendizagem social, étnico, cultural, ético, moral e esportivo;
  • Melhorar a autoestima dos participantes visando ao crescimento da participação efetiva dos esportes, lazer e habilidade;
  • Desenvolver conteúdos que associem a prática de atividades físicas com melhora na saúde física, mental e qualidade de vida;
  • Promover, difundir e valorizar o intercambio étnico-cultural-esportivo

Resultados esperados:

Os resultados esperados pela CGPEIN são uma maior interação entre etnias, respeitando as suas peculiaridades, cultivando suas culturas e manifestações, celebrações e rituais, procurando assim mostrar para o Brasil e o mundo a força indígena de culturas e rituais, fortalecendo o índio e seus povos.

Contatos: