Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


10/08/2012 às 18h23 - Resultado da avaliação técnica do Pelc para pleitos de prefeituras sai nesta segunda


A Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis) do Ministério do Esporte, divulgará  na segunda-feira (13.08) o resultado da chamada pública dirigida às prefeituras municipais interessadas em implantar ou em renovar o Programa Esporte e Lazer da Cidade (Pelc).  Os projetos tiveram a avaliação de mérito no início deste mês, com a apreciação do planejamento pedagógico. Em seguida, foram submetidos à avaliação técnica na qual cada pleito teve o quesito finanças analisado.

O chamamento, que também foi aberto a universidades federais, totalizou o cadastro de 632 propostas de todo o país.  Dessas, 503 para a vertente Todas as Idades, 36 para Comunidades Tradicionais (Indígenas, Quilombolas, Ribeirinhas e Rurais) e 93 para o Vida Saudável (45 anos a terceira idade).

O resultado da avaliação técnica para universidades federais deve ser divulgado ainda neste mês, no próximo dia 28. A relação com nomes e resultados das propostas tanto das universidades quanto das prefeituras será divulgado no portal do Ministério do Esporte, no endereço www.esporte.gov.br.

Qualificações do edital 2012
O novo processo de seleção do Pelc traz novidades. A partir de agora, convênios e termos de cooperação trazem ampliação de prazo de execução.  Antes o período era de 14 meses e agora passou para 18. Foi acrescentada ao quadro profissional a  figura do coordenador-técnico e houve ampliação do salário dos agentes sociais. O de um coordenador-geral, por exemplo, que era de R$ 1 mil, passou para R$ 1,3 mil.

Com o aumento do salário, foi ampliado também o valor do núcleo Pelc/Todas as Idades. Antes, os recursos destinados a cada unidade de atendimento era de R$ 100 mil. Esse número passou para R$ 175.800,00. Já para o núcleo do Pelc/Vida Saudável o montante foi ajustado de R$ 55 mil para R$ 135.450,00.

Os novos valores asseguram, além da contratação de outros profissionais, a compra de materiais de consumo e permanentes. Garantiu também a formação de agentes sociais em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), assim como a maior qualificação do quantitativo de uniformes e materiais esportivos.


Carla Belizária
Foto: divulgação
Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook