Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


18/08/2011 às 19h53 - VÍDEO E ÁUDIO: Brasil e Benin discutem intercâmbio na área esportiva  Clique para ouvir a notícia




Os ministros do Esporte do Brasil, Orlando Silva, e do Benin, Didier Aplogan, discutiram acordos nesta quinta-feira (18.08) para a troca de experiências e a atuação de profissionais brasileiros no país da África ocidental. Aplogan chegou a Brasília na segunda-feira (15.08) e seguiu hoje para o Rio de Janeiro, onde vai encerrar a visita oficial. Ele pediu apoio do Brasil para o desenvolvimento de programas sociais e de modalidades como futebol e vôlei.

Na quarta-feira (17.08), o ministro beninense visitou um núcleo do Programa Esporte e Lazer da Cidade (Pelc), do Ministério do Esporte, em Águas Claras (DF). A parceria com a Universidade Católica de Brasília (UCB) atende a 800 pessoas, com aulas de várias modalidades, como musculação e ginástica.

Também presidente da Federação de Vôlei de seu país, Aplogan destacou que o Benin e o Brasil têm muito em comum: “As pessoas são semelhantes, as plantas, o solo, a cor da terra. Então, nós queremos que o esporte em Benin seja também semelhante ao brasileiro”. O ministro africano ainda demonstrou interesse pelo Programa Segundo Tempo, que trabalha a formação da cidadania e a melhoria da qualidade de vida de jovens que vivem em áreas de vulnerabilidade social.

Gestão
Orlando Silva propôs organizar um grupo de gestores na área esportiva para conversar com os profissionais beninenses, além de promover um seminário com as experiências brasileiras em políticas de esporte e lazer. “Poderíamos ter duas dimensões. A primeira é refletir conjuntamente com os irmãos do Benin sobre a experiência que vivemos em projetos sociais. Mas é importante sistematizar experiência. Porque, a cada novo olhar que colocamos nos programas, percebemos ajustes que devem ser realizados.”

O ministro brasileiro informou que a comitiva do Benin vai conhecer, nesta sexta-feira (19.08), o Centro de Treinamento da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), em Saquarema (RJ). Orlando Silva acredita na criação de uma agenda para enviar treinadores brasileiros ao país africano.

Confira a reportagem em áudio



Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook