Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias


18/11/2010 às 15h10 - Caciques Pataxó e Tupinambá apresentam demandas de aldeias do interior da Bahia


Uma delegação indígena formada por 30 lideranças das etnias Pataxó e Tupinambá visitou a secretária nacional de Desenvolvimento de Esporte e de Lazer, Rejane Penna Rodrigues, na última quinta-feira (11). Composta por caciques e vice-caciques, a equipe representa diversas aldeias de municípios baianos como Porto Seguro, Cabrália e Belmonte. Eles trouxeram na bagagem uma lista com reivindicações que foi apresentada à secretária.

De acordo com os representantes das tribos, o esporte indígena necessita cada vez mais de incentivos. Entre os pedidos feitos estavam a liberação de recursos para infraestrutura como a construção de complexos esportivos e a doação de material esportivo para as escolas indígenas, produzido pelos programas Pintando a Liberdade e Pintando a Cidadania, ambos do Ministério do Esporte. Os indígenas solicitaram também a implementação dos programas Esporte e Lazer da Cidade (PELC) e Segundo Tempo nas aldeias.

Para Rejane Penna, além do apoio histórico que a pasta dispensava às varias edições dos Jogos dos Povos Indígenas, desde a sua criação em 1985, a Lei de Incentivo ao Esporte (LIE) surge como uma nova opção de valorização da diversidade cultural por intermédio do esporte. “Antes, a ajuda vinha apenas por meio da Lei Orçamentária (LOA). Agora, com a Lei de Incentivo, o Ministério do Esporte apóia não somente eventos regionais como programas esportivos recreativos locais.

PELC Indígena
Apesar da dificuldade inicial dos indígenas em se ajustar à burocracia, eles tiveram a iniciativa de apresentar um projeto para desenvolver o primeiro Programa Esporte e Lazer Indígena (PELC-Indígena). A ideia é iniciar o projeto pioneiro do PELC direcionado a um público alvo respeitando as características tradicionais dos povos que habitam aldeias Xavante no estado do Mato Grosso.

“Estamos muito otimistas, pois acreditamos que esse exemplo será seguido pelas demais aldeias”, declarou Rejane Penna. A secretaria afirmou que o Ministério do Esporte pretende continuar ajudando os povos indígenas e reforçando a parceria ainda mais. Como agradecimento pela visita, ela presenteou os caciques indígenas com exemplares dos livros “Jogar, Brincar e Viver” e “Jogos Indígenas”.

Carla Belizária
Ascom - Ministério do Esporte