Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

21/12/2012 às 13h58 - Rio 2016 absorve experiência de Londres na execução dos Jogos de 2012  

Foram quatro dias de troca de conhecimento. A comunidade Olímpica internacional se reuniu no Rio de Janeiro, desde o dia 17 até esta quarta-feira (21.12), para trocar conhecimento e experiência na execução dos Jogos Olímpicos durante o Debriefing Oficial do Comitê Olímpico Internacional (COI). A vice-presidente do COI e presidente da Comissão de Coordenação da entidade para o Rio 2016, Nawal El Moutawakel, ressalta que cada edição dos Jogos é única e que o encontro não foi para transmitir modelos fechados ou abordagem física da organização do evento esportivo.

“Foram dias de intercâmbio muito ativo, com diferentes assuntos de gestão e operação dos Jogos. Acreditamos que as diferentes ações debatidas irão contribuir para o Rio de Janeiro promover os Jogos. O encontro não foi para dizer o que deu certo ou errado nos Jogos de Londres, mas sim para compartilhar conhecimento e ideais”, disse Nawal.

O modelo debatido nas reuniões foi o dos Jogos Olímpicos de Londres. Para o executivo-chefe do Comitê Organizador dos Jogos de Londres 2012 (LOCOG, na sigla em inglês), Paul Deighton, um dos aspectos que mais chamou a atenção na edição britânica foi o envolvimento da população. “Os Jogos de Londres envolveram milhões de pessoas em todo o Reino Unido, que se juntaram e celebraram conosco. Esse foi um dos aspectos que mais chamou a nossa atenção: o modo como a população abraçou o evento. Falamos aqui sobre como nós conseguimos e ajudamos com o engajamento das pessoas”, disse.

O presidente do Comitê Organizador dos Jogos Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, lembrou que já havia participado de outras edições do evento e que esta foi de grande riqueza de conhecimento. “Achei extraordinária pela profundidade de questões e das apresentações. Essas trocas de informações são básicas e fundamentais. Cada edição dos Jogos Olímpicos é diferente e cada cidade também é diferente da outra. Nós não podemos querer fazer comparações, pois podemos cometer equívocos. Os organizadores dos Jogos de Londres trouxeram as diferentes maneiras e caminhos para realizar a competição com sucesso”, ressaltou.  

Nuzman agradeceu também ao trabalho conjunto que está sendo realizado com os três níveis de governos (prefeitura, Estado e a União). Esta foi a sétima edição do Debriefing Oficial do COI, que é promovida ao final de cada edição de Jogos Olímpicos. A edição carioca contou com discussões em plenário e reuniões paralelas, que tiveram como tema o planejamento operacional e técnico da organização.

Participaram do Debriefing os membros dos Comitês Organizadores de Sochi 2014, Rio 2016™ e PyeongChang 2018. Também estavam presentes representantes de Tóquio, Madri e Istambul, cidades candidatas a sede dos Jogos de 2020.

O programa de transferência de conhecimento do COI foi criado durante a preparação para os Jogos Sydney 2000 e, desde então, evoluiu para auxiliar os organizadores nos preparativos dos Jogos.
 
Breno Barros
Ascom – Ministério do Esporte 

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: