Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

07/07/2011 às 11h00 - Parceria entre ME e CBC visa tornar o ciclismo nacional uma potência olímpica  

O ciclismo é vastamente utilizado como atividade de lazer. Para colocar o Brasil no cenário das grandes potências da modalidade, porém, há muito trabalho pela frente. Assim, o Ministério do Esporte e a Confederação Brasileiro de Ciclismo (CBC) firmaram três convênios que visam desenvolver e aprimorar as condições dos atletas nacionais, além de revelar novos talentos para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016 e chegar à inédita medalha olímpica.

“O ciclismo é uma esporte muito competitivo e disputado por todas as nações. Não é fácil ficar entre as potências do esporte, mas nosso objetivo é classificar atletas para representar o Brasil em 2016 nas quatro categorias: pista, BMX (bicicross), mountain bike e estrada”, explica o presidente da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), José Luiz Vasconcellos.

O investimento do governo federal tem como meta atualizar a infraestrutura do ciclismo e adquirir equipamentos modernos, como bicicletas de velocidade e capacetes para provas de estrada, entre outros.

No ciclismo BMX, os recursos serão utilizados na preparação da equipe brasileira para os Jogos Olímpicos Rio 2016, por meio do acompanhamento técnico nos treinamentos e a participação em eventos classificatórios.

Vasconcellos conta que a parceria já começou a dar frutos, especialmente no BMX. “Começamos a dar suporte à categoria, com ajuda para os atletas que estão disputando as etapas do Campeonato Mundial. Assim, pretendemos classificar nossos atletas para os Jogos Olímpicos de Londres 2012.”

No ciclismo de pista, o investimento também será feito por meio de treinamento especializado e participação em competições nacionais e internacionais. O presidente da CBC conta que o trabalho será de longo prazo, pois a confederação teve de estruturar um projeto específico para a categoria. “Fizemos uma seleção de atletas para dar todo o suporte ao treinamento e às provas internacionais. Vejo que esse trabalho trará um grande resultado em 2016”.


Breno Barros
Foto: Divulgação/CBC
Ascom – Ministério do Esporte

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: