Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

24/01/2011 às 16h22 - Ministério do Esporte repassa R$ 90,1 milhões para qualificação do esporte de alto rendimento  



A Secretaria Nacional de Esporte de Alto Rendimento, do Ministério do Esporte, aprovou um repasse de R$ 90,1 milhões para confederações, prefeituras, universidades e outras entidades esportivas com o objetivo de qualificar os atletas de alto rendimento para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio-2016. Durante o mês de dezembro, o ministério organizou uma força tarefa para empenhar os recursos remanescentes do crédito suplementar aprovado em julho de 2010 pelo Congresso Nacional.

A comissão técnica aprovou 55 projetos e adotou como critério a importância das ações para o esporte brasileiro e a possibilidade de execução. Os investimentos são voltados principalmente para treinamento de atletas, realização e participação em competições, além de equipamentos e infraestrutura de ponta.

Os recursos serão repassados diretamente para as entidades. As confederações de 14 modalidades esportivas receberam um total de R$ 40,2 milhões. A Confederação Brasileira de Volei (CBV) conseguiu aprovar projetos no valor de R$ 9,2 milhões para custear o treinamento das equipes juvenil e infanto-juvenil de volei de quadra durante 11 meses e a participação em competições nacionais e internacionais das seleções brasileira sub-19 e sub-21 de volei de praia. Além disso, investirá na modernização do Centro de Desenvolvimento de Voleibol em Saquarema (RJ) e na participação em competições internacionais classificatórias para os Jogos Olímpicos Londres-2012 das seleções brasileiras adultas, masculina e feminina, de volei de praia.

A Confederação Brasileira de Ginástica conseguiu aprovar um projeto no valor de R$ 5, 2 milhões para aquisição de aparelhos oficiais de ponta para preparação dos atletas nas modalidades artística masculina e feminina, rítmica e de trampolim.

A Confederação Brasileira de Badminton aprovou um projeto no valor de R$ 2,8 milhões para manutenção e compra de equipamentos do Centro de Treinamento da modalidade na Vila Militar de Deodoro (RJ). Outros projetos contemplados pela força tarefa do Ministério do Esporte visam à preparação dos atletas do handebol, basquete, ciclismo, lutas, tênis de mesa, tiro esportivo, boxe, canoagem, desportos aquáticos, ginástica, hóquei no gelo, hóquei sobre grama, judô e pentatlo.

Além das modlidades olímpicas, a força tarefa do Minsitério do Esporte aprovou projetos do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) (R$ 11,8 milhões), do Comitê Paraolímpico Brasileiro (R$ 12,1 milhões) e das entidades paraolímpicas (R$ 1,7 milhão) - Associação Brasileira de Voleibol Paraolímpico e a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa. Outras 11 entidades também aprovaram projetos num total de R$ 24,09 milhões. Entre elas estão a Confederção Brasileira de Luta de Braço, Muay Thai, Surf, Beach Soccer e as prefeituras de Caxias do Sul e São Bernardo do Campo. Nos dois municípios serão construídos Centros de Treinamentos Permanentes de Canoagem e Velocidade para preparar os atletas da modalidade para os Jogos Olímpicos Londres 2012 e Rio 2016. Além disso, São Bernanrdo do Campo investirá na construção de um Centro de Desenvolvimento do Handebol Brasileiro.



Ascom – Ministério do Esporte

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: