Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

20/09/2010 às 15h58 - Cidade Esportiva  

O programa Cidade Esportiva criado pela Medida Provisória assinada hoje pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi estruturado pelo Ministério do Esporte com o objetivo de propiciar espaço para formação de atletas nos municípios brasileiros. O foco será em modalidades que compõem os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, com o propósito de ampliar a participação brasileira na disputa de finais e, com isso, melhorar a posição do país no quadro de medalhas dos dois eventos.

O programa terá forte conexão com projetos de esporte social e educacional, como o Segundo Tempo, do Ministério do Esporte, de onde poderão surgir talentos que venham a se desenvolver posteriormente no Cidade Esportiva.

O que se pretende é que o Ministério forneça certificação a estados e municípios para o desenvolvimento de projetos direcionados aos esportes olímpicos e paraolímpicos conforme a vocação de cada cidade. A vocação pode ser natural, a partir de esportes já desenvolvidos no município ou na região, ou induzida, com projetos definidos, conforme a necessidade que o país terá de fortalecer-se em determinadas modalidades.

Para isso, a infraestrutura local precisará ser adequada ao esporte escolhido naquela cidade. Estados e municípios deverão utilizar prioritariamente a infraestrutura já existente, que poderá ser reformada ou ampliada de acordo com a necessidade de cada local. Além de ser o indutor das ações e o articulador das cidades, o Governo Federal irá colaborar financeiramente com a modernização dos equipamentos esportivos. E os municípios deverão contar com a parceria das Confederações e dos Comitês Olímpico e Paraolímpico Brasileiros para o planejamento e o desenvolvimento técnico do projeto, com acompanhamento do Ministério.

Os locais onde o programa vai se desenrolar serão denominados Centros Locais ou Centros Regionais de Treinamento, e vão fazer parte da Rede Nacional de Treinamento de Alto Nível do Ministério do Esporte.

As cidades, portanto, devem eleger modalidades, priorizar recursos, incumbir-se da manutenção e operação do Centro Local e estabelecer parcerias com Estado, União e Confederações para dotar atletas, clubes e escolas de meios para o desenvolvimento máximo possível da modalidade escolhida, da base até o nível olímpico.

O projeto Cidade Esportiva significa a aplicação em âmbito local da política nacional de esporte de rendimento, ou seja, um sistema interligando estados, municípios, entidades esportivas, clubes sociais e associações, Sistema S, iniciativa privada e outros interessados para ampliar a base da alta performance. Esse será o Sistema Nacional de Esporte de Alto Rendimento.

Com o desenrolar do trabalho, a Cidade Esportiva deve tornar-se referência de qualificação nas mais variadas áreas e dimensões ligadas à modalidade adotada.


Ascom - Ministério do Esporte

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: