Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

25/11/2009 às 18h21 - Ministro anuncia criação de Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem  

O ministro do Esporte, Orlando Silva, anunciou nesta quarta-feira (25) que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva autorizou a criação de uma Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD). O anúncio foi feito durante a visita de membros da Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) ao Brasil. “Em dezembro, o presidente Lula vai encaminhar ao Congresso Nacional um Projeto de Lei para criar a autoridade, que é um instrumento necessário para garantir o jogo limpo”, disse.

Os representantes da Wada Diego Torres Villegas, diretor do escritório regional para a América Latina; Rune Andersen, diretor de Padrões e Harmonização; e Olivier Rabin, diretor de Ciência e Medicina, estiveram em Brasília para tratar da criação da ABCD, um compromisso assumido pelo Brasil na candidatura do Rio de Janeiro aos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016.

“Esse é um compromisso do Brasil com o COI [Comitê Olímpico Internacional]. Quando apresentamos o projeto da candidatura do Rio de Janeiro já falávamos da criação dessa autoridade e eu imagino que em 2010 nós teremos aprovada essa agência”, afirmou Orlando Silva.

Segundo o ministro, a criação da ABCD demonstra o compromisso do Brasil com o combate ao doping e a todas as manobras que possam ferir o fairplay e o sentido da atividade esportiva. “Tudo que for necessário para que o jogo limpo se imponha vai ser feito pelo governo do Brasil”, declarou.

Diego Torres Villegas afirmou que o Brasil tem uma experiência muito boa no combate ao doping e que a Wada está no país para ajudar nesse processo. “Quando existe a coordenação entre os organismos federais o trabalho pode ser muito efetivo e sustentável a longo prazo”, destacou.

ABCD
A Autoridade Brasileira de Combate a Dopagem, apresentada hoje aos membros da Wada, tem a missão de difundir a consciência antidoping e defender, no âmbito nacional, o direito fundamental dos atletas de participar de competições esportivas livres de quaisquer formas de doping.

Os principais objetivos da ABCD são: prevenir e coibir, no âmbito nacional, a prática de qualquer tipo de doping nos esportes; promover a integração das entidades do esporte em prol da competição justa, livre de doping; contribuir para a formação de educação e cultura antidoping no país; normatizar, regular e fiscalizar todos os aspectos relativos ao controle de doping; elaborar e/ou aprimorar rotinas, padrões, procedimentos operacionais e normas para o controle do doping no país e gerenciar os resultados de exames analíticos antidoping.

A entidade trabalhará em conjunto com o Laboratório de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico (Ladetec), do Instituto de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), único homologado, reconhecido e certificado pela Wada no Brasil.

Clara Mousinho
Foto: Francisco Medeiros
Ascom – Ministério do Esporte

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: