Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

14/09/2009 às 13h13 - Rio sedia, pela 1ª vez na América do Sul, Final da Copa do Mundo de Pentatlo Moderno  

Essa foi a última competição internacional na cidade antes da decisão do COI em 2 de outubro

A América do Sul recebeu, pela primeira vez na história, a Final da Copa do Mundo de Pentatlo Moderno, no Complexo Esportivo de Deodoro, instalação prevista no projeto da candidatura para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016. A competição, realizada sábado (12) e domingo (13), foi a última de porte internacional realizada no Rio antes da votação final da cidade-sede durante Assembléia do Comitê Olímpico Internacional (COI) em 2 de outubro, em Copenhague, na Dinamarca. Madri, Tóquio e Chicago são as outras cidades que estão na disputa.

Nas provas, que envolvem cinco disciplinas (esgrima, natação, hipismo e combinado de tiro e corrida), a Hungria, com Ádám Marosi (6.056 pontos), e a Lituânia, com Donata Rimsaite (5.548 pontos), lideraram as competições no masculino e feminino, respectivamente. O Brasil levou a medalha de prata no feminino com a pernambucana Yane Marques, que acumulou 5.508 pontos. O terceiro lugar ficou com a húngara Leila Gyenesei, com 5.492 pontos.

"É a segunda vez que venho competir no Rio. Esse é meu lugar favorito no mundo de fato. Eu amo as pessoas, seu temperamento, amo o Brasil. O país e a cidade estão no topo para mim", celebrou Ádám, depois de sua vitória no sábado. "Realizar os Jogos de 2016 aqui seria o melhor para os Jogos Olímpicos, é um lugar maravilhoso", acrescentou o húngaro, que dividiu o pódio com o ucraniano Pavlo Tymoshchenko, prata com 5.992 pontos, e o italiano Federico Giancamilli, bronze com 5.940 pontos.

No domingo, a lituana Donata avaliou sua performance de ouro e a competição: "Estou muito feliz, foi um dia difícil, mas tudo estava ótimo. É a primeira vez que venho competir no Rio e gostaria de vir novamente. A organização foi boa e as pessoas são muito simpáticas", disse.

Para a brasileira medalhista de prata Yane Marques novos desafios estão por vir: "É a minha primeira medalha em uma competição desse nível, então estou muito feliz. Agora o principal alvo em médio prazo são os Jogos Mundiais Militares de 2011, que serão aqui. Minha preparação já começou, e as expectativas são as melhores possíveis", aposta.

Quanto à possibilidade de participar de Jogos Olímpicos em seu país, Yane enfatiza: "Estou torcendo muito para a Rio 2016, creio que para o Brasil vai ser excepcional, seria a primeira vez que o país e a América do Sul sediariam Jogos Olímpicos, o que deixaria legados importantes para os atletas de alto rendimento e crianças e jovens iniciantes".

Janusz Peciak, medalhista de ouro na modalidade nos Jogos Olímpicos de Montreal 1976, também esteve presente à competição e afirmou: "Eu amo o Rio, já estive aqui em outras competições, é uma cidade maravilhosa. A Copa do Mundo está sendo bastante entusiasmante, é a primeira vez que organizamos o evento combinado (tiro alternado com corrida), que tem muita emoção".

Peciak, que atualmente é treinador-chefe da equipe olímpica dos Estados Unidos e delegado técnico da UIPM (Union International de Pentathlon Moderne), acredita que o pentatlo moderno vem se tornando mais popular enquanto esporte e angariando mais jovens para a prática. "Os jovens adoram esse novo formato da competição", completou.

Em Deodoro, que é o bairro carioca com a maior proporção de jovens em relação à sua população total, cerca de vinte meninos e meninas vêm sendo treinados no pentatlo moderno. Para Peciak, "isso é muito bom para a juventude e também para disseminar esse esporte olímpico".

Entre eles, está William Muinhos, de 16 anos, que tentará vaga nos Jogos Olímpicos da Juventude de Singapura, em 2010. "Venho evoluindo para me tornar regular em cada modalidade", resume, confiante no seu futuro como atleta. "Até 2016, continuarei treinando para, quem sabe, competir aqui na minha cidade, no mesmo complexo esportivo em que pratico hoje. Seria maravilhoso".

Priscila Novaes
Ministério do Esporte / Rio 2016

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: