Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

07/07/2009 às 17h38 - Ministro, na África, ressalta união brasileira para promover Rio 2016  

O ministro do Esporte, Orlando Silva, ressaltou a união brasileira durante a apresentação do projeto de candidatura Rio 2016, na 13ª Assembléia Geral dos Comitês Olímpicos Nacionais da África que aconteceu nesta terça-feira (07/07) em Abuja, na Nigéria. “O presidente Lula está totalmente envolvido com a candidatura Rio 2016. Os três níveis de governo estão comprometidos, todas as garantias foram apresentadas e os investimentos já começaram. Entre as dez maiores economias do mundo, o Brasil é o único país que nunca realizou uma edição dos Jogos Olímpicos”, disse o ministro.

Orlando Silva falou ainda sobre o projeto do Centro Olímpico de Treinamento (COT), um dos principais legados da candidatura Rio 2016. “Teremos estrutura de treinamento para 22 esportes olímpicos. O COT foi projetado para ser o principal centro de referência na formação de atletas da América do Sul, mas também será um instrumento de desenvolvimento do esporte para a América Latina e a África”, afirmou.

Além do ministro Orlando Silva, a delegação que apresentou o projeto Rio 2016 também contou com Pelé, o presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman; o secretário geral Rio 2016, Carlos Roberto Osório; e com o medalhista olímpico Robson Caetano.

Durante a apresentação brasileira, Pelé falou da importância do esporte em sua vida e iniciou seu discurso lembrando sua visita à Nigéria como jogador do Santos. “Vocês provavelmente nem eram nascidos em 1967, quando estive na Nigéria pela primeira vez“, disse Pelé, arrancando risadas e aplausos do público. “A recepção que tivemos foi impressionante e é uma grande honra estar de volta. Desde então, acompanhei o crescimento do esporte na África, principalmente do atletismo e do futebol”, disse.

O Rei do Futebol também falou da vontade de ter participado de uma olimpíada. “Na minha carreira, tive muitas alegrias, mas não tive o privilégio de disputar uma edição dos Jogos Olímpicos. Em 2004, vivi um pouco desta emoção ao participar do revezamento da tocha olímpica, que reuniu mais de um milhão de pessoas nas ruas do Rio de Janeiro. Espero que não tenha sido a última vez que carreguei esta chama e que possamos estar juntos no Rio de Janeiro em 2016”, declarou Pelé.

O presidente do Comitê Rio 2016 abriu a apresentação lembrando os quatro pilares da candidatura Rio 2016 – excelência técnica, poder de transformar a cidade e o país, agregar valor ao Movimento Olímpico e proporcionar uma experiência única para todos os envolvidos – e a estreita ligação entre o Brasil e o continente africano. “Temos o sonho de levar os Jogos Olímpicos pela primeira vez para a América do Sul, abrindo as portas para outro novo continente. A chama olímpica é mais brilhante quando une pessoas e marca novos capítulos na história. Neste século XXI, o Movimento Olímpico deve abraçar novos esportes, novas tecnologias e novas pessoas”, disse Carlos Arthur Nuzman.

Durante a apresentação da Rio 2016, foram exibidos dois vídeos. No primeiro, um sobrevoo virtual mostrou a localização das instalações esportivas e da Vila Olímpica, ressaltando as quatro principais áreas do projeto: Maracanã, Deodoro, Copacabana e Barra da Tijuca. O segundo, mostrou a paixão dos moradores do Rio de Janeiro e como o esporte faz parte da rotina da cidade. “Todos os eventos serão realizados na cidade, para que todos possam viver esta celebração ao máximo. Fizemos questão de nos reunir com representantes de Comitês Olímpicos Nacionais para entender as necessidades e elaborar um projeto voltado para o esporte”, explicou Carlos Roberto Osório.


Rio 2016

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: