Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

02/10/2013 às 20h11 - Começa a construção dos centros de mídia dos Jogos Rio 2016  

Começaram a ser construídos esta semana no Parque Olímpico o Centro Internacional de Transmissão e o Centro Principal de Mídia – IBC e MPC, na sigla em inglês. As obras para instalação das fundações dos dois núcleos de imprensa já estão a todo o vapor, dentro do prazo previsto no cronograma das obras na Barra da Tijuca. Hoje (02.10), se comemoram quatro anos da escolha do Rio de Janeiro como cidade-sede dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016.

Diferentemente dos Jogos Olímpicos realizados em outras cidades, esta é a primeira vez que as obras do IBC e do MPC não estão sendo financiadas com recursos públicos: no Rio, o financiamento é feito por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP). Desta forma, o legado das instalações está garantido e sua destinação ficará a cargo da iniciativa privada. No caso do IBC, a solução encontrada é de grande relevância, porque o imóvel tem dimensões gigantescas e difícil adaptação posterior de uso.

Destinado às emissoras de TV e rádio com direitos de transmissão dos Jogos, o IBC terá 85 mil metros quadrados de área construída, capacidade para cerca de 10 mil pessoas e funcionará 24 horas por dia durante os Jogos. As fundações da instalação compreendem predominantemente a instalação de estacas metálicas que formarão as estruturas de sustentação do prédio. Nesse sistema, as estruturas são cravadas no solo por bate-estacas hidráulicos, devendo atingir até 40 metros de profundidade. Ao todo, serão utilizadas nas fundações do IBC 5 mil toneladas de perfis metálicos. Para a execução dos trabalhos no IBC, estão mobilizados 50 operários e quatro máquinas especiais que garantirão a produtividade necessária para o cumprimento do cronograma.

O Centro Principal de Mídia reunirá toda a mídia credenciada para a cobertura dos Jogos. A instalação tem 27 mil metros quadrados de área construída. Assim como o IBC, este centro vai operar 24 horas por dia durante o evento, dando suporte aos profissionais da imprensa nacional e internacional. No MPC, os trabalhos começaram com a instalação de paredes de contenção e de estacas dos tipos escavada e barrete, que irão a uma profundidade média de 30 metros. O processo de execução consiste na escavação do solo com uma perfuratriz hidráulica. Em seguida, são realizados a introdução da ferragem e o preenchimento de concreto.

Ao todo, serão construídos na área do MPC 410 metros lineares de paredes de contenção e executadas 200 estacas, que resultarão na utilização de 14 mil metros cúbicos de concreto e 415 mil quilos de aço. Estão envolvidos atualmente nas atividades 55 trabalhadores.

Parte das obras do Parque Olímpico é realizada pela Concessionária Rio Mais, com coordenação da Prefeitura por meio da Empresa Olímpica Municipal, RioUrbe e da Subsecretaria de PPPs da Secretaria Municipal da Casa Civil.
 
Fonte: Empresa Olímpica Municipal
Foto: Renato Sette Camara/EOM

Ascom - Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: