Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

05/09/2013 às 11h00 - BNDES aprova R$ 6,2 milhões para desenvolver a canoagem brasileira  

Patrocinador oficial da Canoagem brasileira, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou mais duas operações de apoio à modalidade, no valor total de R$ 6,2 milhões. Os recursos permitirão implantar centro de treinamento de velocidade em canoa, em São Paulo, e manter por mais 12 meses a Equipe Permanente de Canoagem Slalom, concentrada em Foz do Iguaçu, no Paraná.

Veja também:
*Petrobras é a nova patrocinadora do judô
*Ministério aprova mais de R$ 180 milhões para modalidades olímpicas e paraolímpicas  
*Dilma homenageia atletas e anuncia o Bolsa Pódio aos paraolímpicos  
*Ministério do Esporte anuncia os judocas contemplados pela Bolsa Atleta Pódio

A implantação do CT em São Paulo faz parte do projeto de ação de apoio do BNDES ao Plano Brasil Medalhas 2016, iniciativa do governo federal por meio do Ministério do Esporte. O projeto, sob responsabilidade de Academia Brasileira de Canoagem (Abracan), será apoiado pelo Banco com R$ 2,5 milhões.

No local, serão treinados os 16 canoístas com melhor classificação no ranking da modalidade de velocidade em canoa, nas categorias sênior e júnior. Dentre os atletas beneficiados pelo centro, quatro estão inscritos no Brasil Medalhas: Erlon Souza, Ronilson Oliveira, Isaquias Queiroz e Nivalter Santos.

Os atletas permanecerão concentrados pelo período inicial de 12 meses, para treinamento com apoio técnico, acompanhamento de profissionais de saúde, apoio a estudos e participação em competições oficiais. Eles formarão uma equipe permanente, visando à preparação para a conquista de medalhas nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

As atividades serão praticadas no lago da represa de Guarapiranga, com acesso pelo Yacht Clube Paulista (YCP). A estrutura de apoio do Clube é adequada para instalação de academia de musculação, guarda de embarcações, refeitório e alojamento para atletas.

Slalom
A Equipe Permanente de Canoagem Slalom em Foz do Iguaçu receberá apoio financeiro de R$ 3,7 milhões, por meio da Federação Paranaense de Canoagem (Fepacan), para dar continuidade ao projeto, que entra no seu segundo ano.

O patrocínio dá continuidade ao programa de treinamento intensivo dos 16 melhores atletas da Canoagem Slalom — praticada em corredeiras e com obstáculos. Os atletas, selecionados pela Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa), permanecerão concentrados por mais 12 meses no CT, onde foi instalada a única pista artificial de corredeiras com obstáculos da América Latina.

A pista é considerada pela Federação Internacional de Canoagem como uma das dez melhores pistas para prática da canoagem slalom no mundo e aproveita o espaço inicialmente construído por Itaipu Binacional, parceira do BNDES na iniciativa.

No local, os atletas dispõem de apoio técnico e acompanhamento de profissionais de saúde. Desde o início do programa de treinamento, alguns atletas estão realizando conquistas: Ana Sátila Vieira conseguiu vaga nas Olimpíadas de Londres, Pedro Henrique Gonçalves alcançou as semifinais nos mundiais da Inglaterra, República Checa e Eslováquia e Leonardo Curcell conquistou o sexto lugar no Campeonato Mundial Júnior, realizado nos Estados Unidos.

Retrospecto
Desde 2011, o BNDES é patrocinador oficial da canoagem brasileira. Naquele ano, o Banco apoiou a Federação Paranaense de Canoagem com R$ 2 milhões para implantação da equipe permanente de slalom, em Foz do Iguaçu, objeto de apoio renovado agora.

Em 2012, duas operações foram contratadas com a Abracan: o Campeonato Pan-Americano de Canoagem Velocidade, no Rio (R$ 1,1 milhão), e o CT de velocidade em caiaque, no Yacht Clube Paulista (R$ 3,5 milhões).


Fonte: BNDES
Foto: Divulgação
Ascom – Ministério do Esporte

Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: