Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

16/08/2013 às 13h11 - Assinado contrato para o plano geral urbanístico do complexo de Deodoro para o Rio 2016  

O Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro publicou nesta quinta-feira (15.08) a formalização de contrato entre o Governo do Rio e o consórcio Vigliecca Marobal, vencedor da concorrência internacional para elaboração do plano geral urbanístico e de projetos básico e executivo e de domínios comuns do Complexo Esportivo de Deodoro para os Jogos Olímpicos e os Jogos Paraolímpicos de 2016.
 
O objetivo do contrato, no valor total de R$ 31,6 milhões e custeado pelo governo federal com recursos do Ministério do Esporte, é elaborar o plano de adequação de Deodoro para a realização e operação dos Jogos Rio 2016 e para o funcionamento do complexo esportivo após o evento olímpico.
 
O complexo é formado pelas instalações legadas dos Jogos Pan-americanos de 2007 – Centro Nacional de Tiro Esportivo Tenente Guilherme Paraense, Centro Nacional de Hipismo General Eloy Menezes, o Centro Aquático de Pentatlo Moderno Coronel Eric Tinoco Marques e o Centro Olímpico de Hóquei sobre Grama Sargento João Carlos de Oliveira – e será acrescido de novas estruturas a serem erguidas para os Jogos de 2016: o Parque Radical, ou X-Park, formado pelo Estádio Olímpico de Canoagem Slalom, o Centro Olímpico de BMX e o Parque Olímpico de Mountain Bike (temporário); e ainda a Arena de Deodoro e a Arena de Rúgbi e Pentatlo Moderno (temporária).
 
Por iniciativa do governo do Estado do Rio de Janeiro, em comum acordo com o Ministério Esporte e a Prefeitura, o contrato terá a coordenação e execução transferidas para a Prefeitura do Rio. O processo de transferência já está em andamento com estudo do formato pelo estado, município e governo federal. As equipes das partes envolvidas já estão trocando informações e fizeram visita técnica ao complexo esportivo para organização do trabalho e efetivação da transferência o mais breve possível.
 
Em Deodoro serão disputadas as competições olímpicas de hipismo, ciclismo (mountain bike e BMX), pentatlo moderno, tiro esportivo, canoagem slalom, hóquei sobre grama, rúgbi sevens e basquete (preliminares); e as paraolímpicas de tiro esportivo, hipismo, futebol de 7 e esgrima em cadeira de rodas.
 
As instalações existentes registram uso intensivo. Até julho de 2013, sediaram mais de 270 eventos esportivos de diversos tipos, entre mundiais, pan-americanos, sul-americanos, seletivas olímpicas e pan-americanas, disputas nacionais, estaduais e locais, competições militares e inúmeras provas juvenis, incluindo os Jogos Escolares, além de treinamentos de atletas e seleções do Brasil e de outros países. O complexo foi ainda uma das principais sedes dos 5º Jogos Mundiais Militares, em julho de 2011.
 
Ascom - Ministério do Esporte 
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: