Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

09/08/2013 às 18h20 - Marlon Zanotelli garante pódio para o Brasil em prova europeia de hipismo  

Depois de conquistar o quarto lugar na prova a 1.60m na tarde de quinta-feira (08.08) no CSIO5* de Dublin, na Irlanda, o cavaleiro Marlon Zanotelli garantiu mais um excelente resultado para o Brasil. Nesta sexta-feira (09), na disputa para cavalos novos, com obstáculos a 1.40m, Marlon foi o terceiro colocado com Carthagena 6 ao completar o percurso do desempate em 37s50 com um duplo zero. O conjunto irlandês Greg Patrick Broderick e Golden Exchange venceu a prova com duas pistas limpas em 32s99. O segundo lugar foi do holandês Gert Jan Bruggink com Vita II, também sem faltas em 35s38.

Marlon Zanotelli é um dos cinco cavaleiros contemplados pelo Plano Brasil Medalhas, do Ministério do Esporte. A parceria entre Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) e o governo federal, que também envolve o COB, tem como objetivo a preparação da equipe brasileira para os Jogos Olímpicos do Rio 2016.

Veja também:
*Ministério do Esporte e Confederação Brasileira de Hipismo anunciam parceria

O CSIO5* de Dublin é um dos principais concursos de hipismo da Europa e conta com a participação de 60 cavaleiros, que irão disputar até domingo (11.08). A Copa das Nações aconteceu nesta sexta-feira e teve a equipe da Grã-Bretanha no lugar mais alto do pódio. A Holanda ficou com a medalha de prata e os Estados Unidos com o bronze.

Investimento no hipismo
O Ministério do Esporte firmou três convênios com a CBH em 2013 para ajudar na preparação das seleções permanentes de salto, adestramento e concurso completo de equitação (CCE) para as principais competições internacionais dos próximos anos, em especial as Olimpíadas do Rio. Em 2011, o Ministério aportou R$ 105 mil para ajudar a participação do Brasil no Mundial de Cavalos Novos, na Bélgica.

O repasse de R$ 1.659.294,32 para a seleção de salto será voltado para o custeio de participações em torneios estrangeiros, com destaque para o Campeonato Americano e o Sul-Americano da Juventude, na Argentina. O montante subsidiará a formação de 13 conjuntos que vão compor três equipes, incluindo a de base. Para o CCE, a verba é de R$ 1.842.013,74, também dirigida à participação em três competições fora do país, de alto nível, e à formação de 13 conjuntos que formarão três equipes, incluindo a de base. O adestramento receberá R$ 2.993.569,70 para ir a três competições internacionais. Serão compostos 16 conjuntos que darão origem a quatro equipes, incluindo a de base.
 
Os convênios são resultados de chamada pública lançada pelo Ministério em agosto de 2012. A CBH apresentou as propostas, cumpriu todas as etapas e procedimentos, entregou a documentação requerida e teve os projetos aprovados.

Fonte: CBH
Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook  

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: