Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

05/07/2013 às 12h50 - Brasil vence Bulgária e fica mais perto da final na Liga Mundial  

Depois de jogar em São Paulo, a seleção brasileira de vôlei masculina entrou em quadra para a quarta rodada da Liga Mundial. A equipe comandada por Bernardinho venceu o primeiro confronto, disputado em Brasília, contra a seleção da Bulgária, por 3 sets a 1. Na busca pelo décimo título da competição, a equipe somou 16 pontos na Liga e garantiu a liderança no grupo A. No sábado (06.07), às 10h, a seleção encontra novamente a Bulgária em busca da classificação para a fase final.

O levantador Bruninho considerou a partida muito dura. Para ele, o próximo confronto precisa de alguns acertos para garantir a classificação para a fase seguinte. “Sabíamos da dificuldade e erramos muito no primeiro set. A partir do segundo tempo, conseguimos trabalhar melhor o bloqueio e a defesa. A equipe se desconcentrou um pouco e, para a partida de amanhã, temos muita coisa para melhorar. O mais importante é que conseguimos os três pontos para seguir em frente em busca de ir para Mar del Plata, na Argentina”, disse.   

Vissotto, maior pontuador da partida, considerou o apoio da torcida fundamental para a conquista de mais três pontos. “A vitória foi fundamental na busca da classificação. O mais importante foi vencer. Cometemos muitos erros, o que não é o nosso estilo de jogo, e precisamos melhor e vencer, buscando sempre ir em frente.”

A fase final da Liga Mundial será na Argentina, de 17 a 21 de julho. A edição 2013 marca o início do próximo ciclo olímpico, que forma a equipe que irá disputar os Jogos Olímpicos na cidade do Rio de Janeiro, em 2016.  


A partida
O Brasil começou a quarta rodada com Bruno, Eder, Vissotto, Lucarelli, Alan (libero) e Dante. Já a equipe da Bulgária entrou em quadra com Georgi, Svetoslav, Teodor (libero), Viktor, Todor e Skrimov.

Os búlgaros abriram o placar com erro de saque do Brasil. O ponteiro Lucarelli levantou a torcida várias vezes no primeiro set ao converter os pontos para a seleção nacional, mostrando a força das cortadas. A equipe da Bulgária passou boa parte do primeiro set liderando o placar, com a equipe nacional na cola, sempre com um ponto de vantagem. No máximo eram dois pontos de vantagens entre as equipes. O primeiro set foi vencido pela Bulgária por 24 a 26. Lucarelli foi o maior pontuador do Brasil no set, com cinco pontos.

No segundo tempo a equipe nacional foi outra em quadra. Implacável. Nos primeiros minutos o time comandado por Bernardinho abriu três pontos. Logo, a vantagem brasileira chegou a ser de sete pontos. Ao contrário do primeiro set, o bloqueio nacional funcionou muito bem,  marcando os ataques da Bulgária e convertendo cinco pontos para a seleção. O segundo set o Brasil venceu por 25 a 17, igualando a partida.

Lucão bloqueou o ataque da Bulgária e o Brasil saiu na frente no terceiro set. O rali, que fechou com a cortada de Vissotto, levantou a torcida brasileira no Ginásio Nilson Nelson e abriu para a virada brasileira. O jogador foi o destaque do tempo, ao marcar seis pontos. A vibração da equipe nacional fez repetir o mesmo desempenho do tempo anterior e o Brasil virasse a partida para 2 sets a 1, por 25 a 20.

No quarto set o Brasil saiu na frente. Mas, a equipe da Bulgária mostrou a sua força e manteve até o fim o equilíbrio. O Brasil venceu a partida por 25 a 23, finalizando em 3 sets a 1.

Confira os investimentos do governo federal para o vôlei brasileiro:

 Da base à seleção: Lucarelli fala sobre importância das equipes juvenis no vôlei  


 Ministério do Esporte aprova mais de R$ 43 milhões para o vôlei em três anos

Vôlei busca talentos em campeonatos de seleções de base


Ouça a notícia:


  
Breno Barros e Paula Braga
Foto: Francisco Medeiros
Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: