Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

13/06/2013 às 08h00 - De volta ao calendário olímpico, rúgbi recebe investimento visando ao Rio 2016  

No dia 2 de outubro de 2009, a cidade do Rio de Janeiro foi anunciada como sede dos Jogos Olímpicos de 2016. No mesmo ano, foi divulgado que duas modalidades retornariam ao calendário olímpico: rúgbi e golfe. Desde estão os esportes iniciaram o planejamento para melhor representar o país na competição. Durante o ciclo olímpico, os dois receberão grandes investimentos. Em 2013, o rúgbi foi contemplado com recursos viabilizados por meio de convênio entre o Ministério do Esporte e a Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) no valor de R$ 8,4 milhões.

O valor garante suporte financeiro às seleções feminina (20 atletas) e masculina (35 atletas). Após 91 anos fora dos holofotes olímpicos, o rúgbi retorna à maior competição multiesportiva em 2016, com partidas que devem ser disputadas no Complexo Esportivo de Deodoro – falta apenas a aprovação formal da federação internacional da modalidade (IRB) para confirmar o local das disputas.

O presidente da CBRu, Sami Arap, ressalta que o apoio é fundamental para cumprir o planejamento das seleções olímpicas brasileiras. “Sem esses recursos seria impossível desenvolver um trabalho com as seleções em caráter competitivo, no patamar similar ao das grandes potências da modalidade. As outras seleções contam com atletas profissionais, que vivem exclusivamente do esporte. Atualmente, as nossas seleções não têm atletas exclusivos na modalidade, mas estamos fazendo o máximo que os recursos permitem”, explica.

Além do apoio aos tupis – como os brasileiros do rúgbi são conhecidos –, com custeio de deslocamentos aéreos e terrestres, alimentação e hospedagem para treinamento no Brasil e no exterior, o convênio garantiu um período de intercâmbio intensivo na Nova Zelândia, aproveitando a experiência dos profissionais do clube Crusaders, em atendimento a atletas e técnicos nacionais.

Para Sami, os investimentos do governo federal no alto rendimento fomentam o desenvolvimento do esporte. “Sem os recursos não teríamos nenhuma possibilidade de implementar o planejamento para o Rio 2016. Os recursos serão usados dentro do programa visando às duas próximas edições olímpicas. Queremos continuar trabalhando ativamente com o Ministério do Esporte, para conseguir preparar as futuras seleções”, acrescenta.

Confira a série de matérias sobre os convênios do Ministério do Esporte:

Ministério aprova mais de R$ 180 milhões para modalidades olímpicas e paraolímpicas  


Basquete recebe maior investimento público na história da modalidade  

Convênios garantem preparação da base e evolução das seleções de basquete 

Desportos aquáticos ganham investimentos crescentes do ministério  

Esportes na neve buscam crescimento com apoio do governo federal

Convênio garante experiência internacional na esgrima visando a Rio 2016 

Convênio garante todo suporte e estrutura para judocas brasileiros  

Tiro esportivo tem estrutura de ponta no CNTE em Deodoro  

Seleção brasileira de tiro esportivo conta com trabalho multidisciplinar em Deodoro

Convênio para o tiro com arco atende ao alto rendimento e prioriza atletas de base  

Ministério do Esporte aprova mais de R$ 43 milhões para o vôlei em três anos  

Dupla feminina tem temporada brilhante no Circuito Sul-Americano de Vôlei de Praia 

Vôlei busca talentos em campeonatos de seleções de base 

Governo federal faz maior investimento na história do esporte paraolímpico nacional  

Convênio para o hipismo possibilita o treinamento de atletas neste ciclo olímpico

Luta olímpica tem apoio financeiro em preparação para o Rio 2016

Apoio ajuda handebol a se consolidar entre as grandes seleções do mundo

Melhor jogadora de handebol do mundo, Alexandra trabalha para jogar no Rio 2016

Provas internacionais realizadas no Brasil impulsionam o pentatlo moderno para 2016


Convênios melhoram estrutura e preparação do tênis de mesa
  

Breno Barros
Foto: CBRu
Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: