Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

22/02/2013 às 17h43 - Convênio com CPB garantirá preparação inédita a atletas paraolímpicos  

A sétima colocação nos Jogos Paraolímpicos de Londres e a meta estabelecida para os Jogos Rio 2016 de ficar entre os cinco melhores foram fundamentais para fortalecer as parcerias firmadas entre o Ministério do Esporte e o Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB). No dia 4 de fevereiro, o comitê recebeu um repasse de R$ 16,7 milhões, fruto de convênio no valor de R$ 38,8 milhões, uma das maiores verbas já investidas pelo governo federal, por meio do Ministério do Esporte, no esporte paraolímpico.

Para o presidente do CPB, Andrew Parsons, a parceria é extremamente importante por fornecer condições inéditas para desenvolver o Movimento Paraolímpico brasileiro e trabalhar firme para ultrapassar o número de medalhas conquistado em Londres 2012: 21 ouros, 14 pratas e oito bronzes.

A verba será utilizada na preparação específica e de alto nível das seleções permanentes e dos jovens atletas, na compra de equipamentos, viagens das delegações, contratação de comissão técnica, preparação e treinamento, intercâmbios internacionais, participações em competições nacionais e internacionais, aquisição de material esportivo e contratação de recursos humanos.

Das 22 modalidades que fazem parte das Paraolimpíadas, 16 foram contempladas: atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha, ciclismo, esgrima, futebol de 5, futebol de 7, goalball, halterofilismo, judô, natação, rúgbi em cadeira de rodas, remo, vela, tiro esportivo e vôlei sentado. Entre essas modalidades, o atletismo e a natação poderão utilizar parte de seus recursos em 2014.

Cleide Passos
Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: