Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

28/10/2011 às 22h55 - Dupla de bolsistas é prata na canoagem e assegura vaga nas Olimpíadas de Londres  

Os Jogos Olímpicos Londres 2012 terão a presença de mais dois atletas beneficiados pelo programa Bolsa-Atleta, do Ministério do Esporte. A vaga foi garantida nesta sexta-feira (28.10) por Erlon Silva e Ronilson de Oliveira, que ficaram com a medalha de prata na prova C2 1.000m da canoagem, nos Jogos Pan-Americanos 2011.

“Treinamos bastante para o Pan. Na largada, depositamos todas as nossas energias e vimos que estávamos na frente. No final, tivemos garra para garantir a prata”, contou Ronilson. O atleta revelou que a dificuldade enfrentada pela dupla foi a altitude de Ciudad Guzmán (quase 1.600m acima do nível do mar), local das competições de canoagem e remo do Pan 2011, a 130 quilômetros de Guadalajara.

O ouro foi conquistado pelos cubanos Karel Aguilar e Serguey Torres, com o tempo de 3min39s280. Como os aletas caribenhos já tinham a vaga olímpica, os brasileiros, que completaram a prova em 3min40s482, ficaram com a vaga em disputa. O bronze foi para a dupla da Venezuela, formada por Ronny Ratia e Anderson Ramos, que marcaram 3min40s990.

Também nesta sexta-feira, a bolsista Naiane Pereira entrou na raia da lagoa Zapotlán el Grande e ficou em quarto lugar na prova K1 500m.

No Pan 2011, 16 canoístas fizeram parte da equipe brasileira de canoagem. Do total, 15 são beneficiados pelo Bolsa-Atleta: João Carlos Rodrigues, Givago Bittencourt, Gilvan Bittencourt, Edson Silva, Erlon Souza, Ronilson Oliveira, Wladimir Moreno, Nivalter Santos, Ricardo Barreto, Naiane Pereira, Bruna Gama, Ana Paula Vergutz, Júlio César Silva, Cinara Camargo e Isaquias Queiroz.

Centros de treinamento
Em dezembro de 2010, o Ministério do Esporte firmou convênio com a Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) para implementar e estruturar os Centros de Treinamentos de Canoagem Velocidade e os Centros de Desenvolvimento de Canoagem Slalom. O investimento do governo contemplou também a compra de equipamentos esportivos para os atletas nacionais usarem em treinamentos e competições.

Por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) tornou-se, em 2011, o patrocinador da canoagem brasileira. O investimento de R$ 10 milhões por ano vai desenvolver ainda mais a modalidade.

Confira as notícias dos Jogos Pan-Americanos no site do Ministério do Esporte

Breno Barros, de Guadalajara
Foto: Luiz Pires/Vipcomm
Ascom - Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: