Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

27/10/2011 às 23h20 - Bolsista ganha primeira medalha pan-americana individual do boliche brasileiro  

Os bolsistas do Ministério do Esporte continuam fazendo história nos Jogos Pan-Americanos Guadalajara 2011. Nesta quinta-feira (27.10), foi a vez de Marcelo Suartz, 23 anos. Ele se tornou o primeiro brasileiro a ganhar uma medalha pan-americana individual no boliche. O atleta perdeu a disputa da semifinal, no Bolerama Tapatio, por apenas 15 pinos, mas garantiu o bronze inédito.

“Este é o Pan mais difícil da história do boliche porque reuniu, sem dúvida, os melhores atletas da modalidade. Graças a Deus, consegui ganhar da maioria deles”, orgulhou-se Marcelo. O boliche estreou como modalidade oficial dos Jogos Pan-Americanos em Havana, em 1991.

A medalha de ouro em Guadalajara foi conquistada pelo colombiano Santiago Mejia e a prata ficou com o norte-americano Chris Barnes. Como não existe disputa pelo terceiro lugar, o dominicano Manuel Fernandez também ganhou a medalha de bronze.

Atualmente, o atleta brasileiro treina e mora na Flórida (EUA), onde estão reunidos os melhores jogadores do mundo. “Sem o Bolsa-Atleta, eu não teria a chance de ir para os Estados Unidos para me aperfeiçoar no esporte. Certamente foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida, financeiramente. Hoje eu treino no melhor centro de boliche do mundo, com os melhores técnicos”, conta.

Estudante de marketing na Webber University, Marcelo faz parte da equipe de boliche da instituição e foi eleito o melhor jogador universitário dos Estados Unidos na temporada 2010/2011. Desde 2008, ele dispõe do melhor centro de treinamento de boliche do mundo, o Kegel Training Center, com quatro dos melhores treinadores de boliche.

Desgaste
A disputa do boliche é muito cansativa, pelo peso da bola e pelos movimentos repetitivos. Para chegar ao bronze, Marcelo passou 11 horas na pista competindo contra os adversários. “Comecei a jogar às 8h30 da manhã e saí às 19h30. Esse é o esforço para conquistar uma medalha para o meu país”, comemorou. O próximo passo de Marcelo no esporte é voltar aos Estados Unidos, disputar o circuito universitário e defender o título nacional de faculdades.

Na competição de duplas, na última terça-feira (25.10), o bolsista fez parceria com Márcio Vieira. Os brasileiros ficaram na quarta colocação. Foram 12 partidas, divididas em seis provas, durante dois dias. No primeiro, a equipe nacional somou 2.456 pontos e ficou em terceiro lugar. Ao fim da disputa, porém, não conseguiu se manter no pódio.

Confira as noticias dos Jogos Pan-Americanos no site do Ministério do Esporte

Breno Barros, de Guadalajara
Foto: Washington Alves/COB
Ascom - Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: