Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

15/10/2011 às 23h41 - Yane Marques, do pentatlo moderno, conquista primeira medalha brasileira no Pan 2011  

A primeira medalha brasileira nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara foi conquistada neste sábado (15.10) pela atleta do pentatlo moderno Yane Marques, no Club Hípica. Depois de um dia inteiro de provas intensas de esgrima, natação, hipismo, tiro esportivo e corrida, a brasileira garantiu a medalha de prata para o país e a classificação para os Jogos Olímpicos Londres 2012. O primeiro lugar ficou com a norte-americana Margaux Isaksen, enquanto o bronze foi para a mexicana Tamara Vaga. A bolsista do Ministério do Esporte Priscila Oliveira terminou a prova na nona colocação.


No pentatlo moderno, não basta ser bom em uma modalidade. O atleta tem de dar o melhor em cinco provas. Durante a manhã, as atletas duelaram com a espada e entraram na água para disputar os 200m livre. Em busca do bicampeonato, Yane liderou no período matutino. Na esgrima, em que todas as competidoras duelam entre si, Yane ficou na segunda colocação, com 24 vitórias e oito derrotas, atrás de Margaux Isaksen, que teve 25 vitórias e sete derrotas.


Na prova de natação, 200m livre, deu dobradinha brasileira. Yane chegou na primeira colocação (2min12s41) e Priscila na segunda (2min17s10). O terceiro lugar ficou com Margaux Isaksen (2min19s93). Com o resultado, a brasileira abriu vantagem na primeira colocação geral. Já a bolsista subiu da décima posição para a sexta.


Montada no cavalo Huranõ, Yane percorreu o percurso de hipismo sem cometer erros, conquistando a pontuação máxima: 1.200 pontos. Priscila, que montava o cavalo Raja, ficou no oitavo lugar, mas, naquele momento, subiu para a quinta colocação geral, com 3.205 pontos.


Na última prova, tiro combinado com corrida, a brasileira largou com 20 segundos de vantagem sobre a segunda colocada, mas a norte-americana a superou. “O nível do Pan-Americano é muito forte. Tem atletas finalistas de Copa do Mundo e Mundial. Ela (Margaux) tem uma corrida mais forte do que a minha e eu sabia que isso poderia acontecer. Mas estou muito feliz com o resultado”, afirmou Yane.


As provas do pentatlo moderno exigem muito esforço físico dos atletas. Mesmo com os intervalos entre uma modalidade e outra, os atletas não têm tempo para descansar, pois cada prova tem papel primordial no resultado final da competição.


Confira as notícias dos Jogos Pan-Americanos no site do Ministério do Esporte


Breno Barros, de Guadalajara
Foto: Ascom
Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: